Agehab assume obra de moradias para famílias Kalungas de Cavalcante e Teresina


A Agência Goiana de Habitação (Agehab) vai assumir a obra de construção de moradias para 27 famílias da comunidade Kalunga de Cavalcante e Teresina, no Nordeste Goiano. As unidades habitacionais serão construídas de forma emergencial, com recursos do Cheque Mais Moradia modalidade Construção do Governo de Goiás.

As famílias foram atingidas por enchente do Rio Prata, no Vão do Moleque, em fevereiro último. A prioridade de atendimento é de famílias em situação mais vulnerável e cujas casas sofreram destruição total das estruturas.

Inicialmente, chegou a ser cogitado que as moradias seriam construídas com mão-de-obra dos próprios beneficiados, em regime de mutirão. Mas pela situação de emergência e para proporcionar maior celeridade e qualidade das moradias, a Agehab decidiu assumir a obra. A previsão é de que a construção das casas comece nas próximas semanas

Para viabilizar a construção das unidades habitacionais, a equipe técnica da Agehab desenvolveu os projetos de arquitetura, engenharia e demais documentos técnicos necessários à construção emergencial para as famílias. O projeto foi desenvolvido especialmente para a população quilombola, levando em consideração o modo de vida peculiar e as necessidades específicas da comunidade.

A casa foi projetada com dois quartos, e possibilidade de ampliação facilitada, sala, cozinha avarandada com fogão à lenha, banheiro social e área de serviço; as esquadrias e estrutura do telhado serão de madeira certificada; o piso e os barrados na pia, tanque e banheiro terão cimento queimado amarelo. As telhas e as paredes serão em cerâmica, que por ser um material mais conhecido, facilita a utilização da mão-de-obra local. Janelas e portas serão em ripas de madeira, que podem ser confeccionadas na região.

Governo na palma da mão

Pular para o conteúdo