Agehab cadastra famílias para segunda fase de regularização do Colina Azul


 

A Agência Goiana de Habitação (Agehab) está promovendo até o final de maio a segunda fase de cadastramento para regularização fundiária de 890 moradias do bairro Colina Azul, em Aparecida de Goiânia. A ação faz parte do Casa Legal – Sua Escritura na Mão, programa executado pelo Governo de Goiás, por meio da Agehab.

O trabalho de cadastramento é realizado de casa em casa por uma equipe devidamente uniformizada, inclusive durante feriados e finais de semana. O presidente da Agehab, Luiz Stival, orienta os moradores a prepararem desde já cópias dos documentos pessoais (identidade e CPF) do titular, cônjuge e filhos; comprovante de endereço, renda e termo de assentamento ou posse. De acordo com Stival, o cadastramento é uma etapa importante porque é neste momento em que são feitas as visitas às famílias para reunir toda a documentação e dados necessários para constar na escritura que vai ser emitida pelo Governo de Goiás.

A regularização deve contemplar 2 mil famílias do Colina Azul que vivem em áreas do Governo de Goiás. A Agehab já cadastrou e coletou assinaturas em escrituras de 839 destas famílias. A entrega deverá ser em breve. Segundo o presidente da Agehab, a falta de regularização fundiária é uma dívida histórica com essas famílias, que o governador Marconi Perillo está empenhado em resgatar. Luiz Stival informa que o Casa Legal está presente em 50 municípios. Somente em Aparecida de Goiânia, serão 7 mil famílias beneficiadas em quatro bairros: Jardim Tiradentes, Independência Mansões, Colina Azul e Madre Germana I.

Governo na palma da mão

Pular para o conteúdo