Agehab começa cadastro de 1.153 famílias do Bairro Boa Vista para regularização


 

 
DIÁRIO DA MANHÃ
 

 

A Agência Goiana de Habitação (Agehab) começa na próxima quarta-feira (21/08) o cadastramento dos moradores do Bairro Boa Vista, na região noroeste de Goiânia, para regularização fundiária, com o programa Casa Legal – Sua Escritura na Mão. A equipe da Agehab fará visitas a 1.153 moradias do bairro para cadastrar as famílias e coletar os documentos necessários. Os cadastradores vão se reunir em frente à Igreja Assembleia de Deus – Avenida dos Ipês, Quadra 14, Lote 14, bairro Boa Vista (próximo ao Supermercado Lopes), às 9 horas, para dar início ao trabalho de cadastro das famílias. O presidente da Agehab, Marcos Abrão Roriz, acompanhará a atividade.

 

 

Durante as visitas às famílias, a equipe da Agehab estará identificada com uniforme e crachá. Para facilitar o trabalho da agência, os beneficiários devem ter em mãos os documentos pessoais (identidade e CPF) do titular, cônjuge e filhos; comprovante de endereço, renda e termo de assentamento ou posse.

 

 

Segundo Marcos Abrão Roriz, o apoio da comunidade é fundamental para o bom andamento do cadastramento, que deve ser finalizado até o final de setembro. Depois da conclusão do Boa Vista, a equipe da Agência segue para o Jardim Primavera. A Agehab já finalizou o cadastramento de moradores dos Bairro Floresta, São Carlos  e Bairro Vitória. No dia 10 de agosto, o presidente da Agehab comandou a coleta de assinaturas em escrituras dos moradores de 1.300 famílias do São Carlos, um dia após a publicação do decreto de aprovação do bairro pela Prefeitura de Goiânia. As escrituras já foram enviadas ao cartório para registro. De acordo com o presidente da Agehab, o cartório assumiu compromisso de registrar até 2.500 escrituras por mês, que é gratuita para famílias com renda de até quatro salários mínimos. Depois do registro, a Agehab voltará ao bairro para entregar as escrituras às famílias. Os próximos a serem convocados para assinar os documentos são os moradores do Bairro Floresta.

 

 

Até agora, 900 escrituras foram entregues no São Domingos e na Vila Mutirão. No momento, a Agehab também está finalizando o cadastro da última etapa da regularização fundiária da Vila Mutirão – que deverá contemplar mais 726 famílias. “Os resultados demonstram a seriedade do trabalho da Agehab, ao resgatar uma dívida histórica com essas famílias. A maioria aguarda pelo documento há mais de 20 anos”, afirma o presidente da Agehab.

 

 

Todas as ações fazem parte do Casa Legal – Sua Escritura na Mão, programa do governo de Goiás executado pela Agehab, que vai levar escrituras registradas em cartório a 15 mil moradias da região noroeste da capital, distribuídas em 13 bairros. O Casa Legal está agilizando e desburocratizando as ações e os processos que garantem as escrituras dos moradores de conjuntos habitacionais implantados em áreas de domínio do Estado. Atualmente, o programa está presente em 38 municípios para regularizar 70 bairros.

Governo na palma da mão

Pular para o conteúdo