Agehab discute segurança com síndicos do Residencial Nelson Mandela

Encontro, com participação da Secretaria de Segurança Pública, reuniu síndicos do Nelson Mandela para discutir um dos itens apontados como prioridade pelos próprios moradores, no trabalho social realizado pela Agehab no residencial que foi construído pelo Governo de Goiás

O Grupo Institucional do Poder Público (Gipp), que é uma estratégia de ação do Trabalho Social da Agência Goiana de Habitação (Agehab), realizou na noite de terça-feira (10/11) uma reunião sobre segurança pública com os síndicos dos 20 condomínios do Residencial Nelson Mandela, no Conjunto Vera Cruz, em Goiânia. O encontro foi no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do Vera Cruz, com a presença da equipe do Projeto de Trabalho Social (PTS) da Agehab, que coordena o Gipp, da Secretaria de Estado da Segurança Pública, da Polícia Militar, da Polícia Civil e do Conselho de Segurança (Conseg). O objetivo foi buscar soluções e apresentar resultados para a melhoria da segurança dentro do Residencial, que abriga 1.616 famílias.

O presidente da Agehab, Lucas Fernandes, afirma que a participação dos administradores dos condomínios na discussão revela o comprometimento de todos com um ambiente mais seguro. Ele explica que a segurança condominial é uma das ações que compõem o Projeto de Trabalho Social (PTS) da Agehab junto às famílias contempladas no empreendimento, construído com recursos do Governo de Goiás e o Minha Casa Minha Vida/Caixa, com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial/FAR. O PTS é supervisionado pela Gerência de Serviço Social e Cadastro (GSC) da Agehab, com objetivo de contribuir para a promoção social e o desenvolvimento humano dessas famílias, envolvendo-as em ações educativas, culturais e de capacitação profissional. 

A segurança condominial é um dos itens apontados como prioridade pelos próprios moradores. O Gipp tem objetivo de acompanhar e articular as demandas locais, visando a garantia das políticas públicas necessárias ao atendimento às famílias. O lançamento do projeto Condomínio Mais Seguro foi em setembro de 2019. Durante a pandemia do coronavírus, as atividades tiveram continuidade por meio de aplicativos de reuniões virtuais. Este foi o primeiro encontro presencial realizado com o grupo desde o início da pandemia, para avaliação das atividades e encaminhamentos. Todos os participantes mantiveram distanciamento e usaram máscaras. 

As assistentes sociais da Agehab, Wanessa Batista e Creisilei Rocha, responsáveis técnicas do projeto, avaliam como muito positivo o resultado da reunião. Os parceiros presentes, como o coronel Câmara, do 42º Batalhão da Polícia Militar (BPM), ofereceu total apoio aos síndicos. Disse que está disponível 24 horas, e reforçou a importância dessa atuação conjunta com a Polícia Militar, por meio do Projeto Condomínio Solidário. A Delegacia de Repressão a Narcóticos (Denarc), representada pelo delegado Danilo Victor, explicou como é realizado o trabalho de investigação e definiu um cronograma para visitar cada condomínio, orientar famílias e,  principalmente, adolescentes no combate ao uso e tráfico de drogas. Para Wanessa e Creisilei, a reunião fortaleceu a credibilidade dos moradores do Nelson Mandela no trabalho social e também no trabalho policial. 

O síndico do Condomínio 12 do Residencial, José Eterno Silva, disse que a reunião lhe conferiu confiança para enfrentar os desafios diários da sua gestão. “Senti que não estou sozinho, que tenho o Estado e a Polícia do meu lado. Agora sei como agir quando receber denúncia sobre uso de drogas ou tráfico no prédio, por exemplo”, revelou José Eterno. Para ele, apesar da equipe técnica da Agehab ser pequena, foi criativa e inteligente, buscando o auxílio de outros órgãos públicos na condução do trabalho social. Ele propôs, inclusive, a criação de uma comissão de síndicos para garantir mais envolvimento de todos, sobretudo no quesito segurança. A sugestão foi imediatamente acatada pela equipe técnica da Agehab. 

Fotos: Sérgio Willian

Governo na palma da mão

Pular para o conteúdo