Agehab realiza licitação com transmissão ao vivo pela internet

 

Com foco total na transparência, conforme determinação do governador Ronaldo Caiado, Agehab abre licitação para contratação de empresas para construção de 4.450 moradias em 10 regiões de planejamento do Estado. Transmissão ao vivo facilita acompanhamento por órgãos de controle e população

Pela primeira vez em sua história, a Agência Goiana de Habitação (Agehab) realiza uma licitação para contratação de construtoras com transmissão ao vivo pela internet, em seu canal do YouTube. A licitação foi aberta na manhã desta sexta-feira (09/07), às 9h, com nove empresas apresentando propostas ao Edital SRP 003/2021 (Sistema de Registro de Preço), modo de disputa aberto, em sessão presencial para abertura de envelopes, na sede da Agehab, no Setor Aeroporto. O edital foi publicado no dia 14 de junho no Diário Oficial do Estado e amplamente divulgado.

O presidente da Agehab, Lucas Fernandes, destaca que “a transparência dos atos administrativos” é uma determinação do governador Ronaldo Caiado, que está consolidando a cultura da ética na gestão do Estado com instituição de mecanismos que facilitam o controle externo por parte dos órgãos competentes e dos cidadãos. “Transparência é tudo na gestão pública e um direito do cidadão poder acompanhar a aplicação dos recursos e as obras que estão sendo executadas”, salienta Lucas Fernandes.

A licitação começou com credenciamento das empresas, lances e ata feita em tempo real, com transmissão pela internet para acompanhamento do público. As propostas e a documentação serão agora analisadas pela Comissão Permanente de Licitação (CPL) da Agência para a seleção das propostas, de acordo com as regras do Edital, e o resultado publicado no Diário Oficial, assim que o processo for concluído. 

A meta do Governo de Goiás, por meio da Agehab, é contratar empresas do ramo da construção civil para executar as obras de 4.450 moradias de interesse social nas 10 regiões de planejamento do Estado. A construção dessas moradias integra o recém-lançado Programa Goiás Social, coordenado pelo Gabinete de Políticas Sociais (GPS), e fazem parte de uma nova modalidade de convênio estabelecida pelo governador Ronaldo Caiado para ampliar o programa de moradia de interesse social. Pelo novo sistema de parceria, o município doa o terreno urbanizado e regularizado e o Governo de Goiás banca integralmente o valor de construção das casas. 

Essas casas serão doadas pelo Estado aos beneficiários, após processo de seleção pública das famílias, a custo zero, sem parcelas de financiamento. Os recursos disponibilizados para a construção dessas moradias são da ordem de R$ 395 milhões, provenientes do Fundo de Proteção Social do Estado de Goiás (Protege), vinculado à Secretaria da Economia. 

Governo na palma da mão

Pular para o conteúdo