CLIPPING 02 DE ABRIL DE 2013


CLIPPING 02 DE ABRIL DE 2013


O HOJE

JARDIM CURITIBA

Agehab regulariza escrituras de 4 mil lotes

A Agência Goiana de Habitação (Agehab) dá início nesta terça-feira (02/04) ao cadastro de mais de 4 mil moradias do Jardim Curitiba I, II, III e IV, na região Noroeste de Goiânia, para regularização fundiária plena.

 

CLIPPING 02 DE ABRIL DE 2013


O HOJE

JARDIM CURITIBA

Agehab regulariza escrituras de 4 mil lotes

A Agência Goiana de Habitação (Agehab) dá início nesta terça-feira (02/04) ao cadastro de mais de 4 mil moradias do Jardim Curitiba I, II, III e IV, na região Noroeste de Goiânia, para regularização fundiária plena. Além da entrega de escrituras às famílias, o projeto prevê melhorias na urbanização que incluem asfalto, rede de esgoto e de escoamento da água das chuvas e preservação ambiental. O recurso conseguido pela Agehab junto ao governo federal será de R$ 34 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2), numa parceria com a Caixa Econômica Federal.
A abertura dos trabalhos de cadastros será feita pelo presidente da Agência, Marcos Abrão Roriz, às 8h30 horas, na Rua JC-26-A, Qd. 19, Lt. 03, Jd. Curitiba II, ao lado do Ciops. A Agehab já está realizando o levantamento topográfico. Em seguida, os mapas serão entregues à prefeitura para aprovação e emissão do decreto que reconhece o bairro como loteamento urbano. Com o início dos cadastros, a Agência agiliza uma das etapas mais importantes do processo para a emissão das escrituras. Os moradores devem ter em mãos os documentos pessoais (identidade e CPF) do titular, cônjuge e filhos; comprovante de endereço e de renda e termo de assentamento ou posse. Serão beneficiados com a escritura gratuita os moradores com renda até quatro salários mínimos, todos os moradores originários e lotes com até 500 m2.
As visitas são domiciliares e as casas cadastradas receberão um selo numerado. A equipe da Agehab estará devidamente identificada com uniforme e crachá. “Pedimos aos moradores que atendam bem aos cadastradores, garantindo a celeridade do processo”, alerta o presidente da Agehab. Marcos Abrão Roriz diz que a população do Jardim Curitiba logo perceberá as mudanças na infraestrutura e valorização do bairro, que vai receber também equipamentos sociais e a construção de 315 unidades habitacionais para famílias que ocupam áreas de risco e de preservação ambiental. A Agehab começa ainda nesta semana o cadastro para regularização fundiária do Madre Germana I e II (Goiânia e Aparecida de Goiânia), que também conta com investimento do PAC-2, no valor de R$ 23 milhões.

 

JORNAL DAQUI

GERAL

Agehab inicia cadastro para regularizar moradias
Mais de 4 mil moradias do Jardim Curitiba 1, 2, 3 e 4, na região Noroeste de Goiânia, começarão a ser cadastradas hoje pela Agência Goiana de Habitação (Agehab) para regularização fundiária plena. Além da entrega de escrituras às famílias o projeto prevê melhorias na urbanização como asfalto, rede de esgoto e de escoamento da água das chuvas e preservação ambiental. O recurso conseguido pela Agehab junto ao governo federal será de R$34 milhões, em parceria com a Caixa Econômica Federa (CEF).
Os cadastros serão iniciados às 8h30, na Rua JC-26-A, Quadra 19, Lote 3, no Jardim Curitiba 2, ao lado do Ciops, com a presença da superintendente regional da Caixa, Marise Fernandes, e de lideranças do bairro.
LOTEAMENTO URBANO
A Agehab já está fazendo o levantamento topográfico de toda a área do bairro. Em seguida, os mapas serão entregues à prefeitura para aprovação e emissão do decreto que reconhece o bairro como loteamento urbano.
O início dos cadastros é uma das etapas mais importantes do processo para a emissão das escrituras. Os moradores devem ter em mãos os documentos pessoais (identidade e CPF), comprovante de endereço e de renda e termo de assentamento ou posse.
Serão beneficiados com a escritura gratuita os moradores com renda até quatro salários mínimos, todos os moradores originários e lotes com até 500 metros quadrados. As visitas são domiciliares e as casas cadastradas receberão um selo numerado.
A equipe da Agehab responsável pelo procedimento estará devidamente identificada com uniforme e crachá.

 

NOTÍCIAS DE GOIÁS

http://www.noticias.goias.gov.br/index.php?idMateria=159313
Habitação – 02/04/2013 – 07:53:07

Agehab inicia regularização no Jardim Curitiba
A Agehab começa a cadastrar nesta terça-feira, dia 2, mais de 4 mil moradias do Jardim Curitiba 1, 2, 3 e 4, na Região Noroeste de Goiânia, para regularização fundiária. O projeto prevê também melhorias na urbanização, que incluem asfalto, rede de esgoto e de escoamento da água das chuvas e preservação ambiental. O recurso conseguido pela Agehab junto ao governo federal será de R$ 34 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2), numa parceria com a Caixa Econômica Federal. A abertura dos trabalhos de cadastros será feita pelo presidente da Agência, Marcos Abrão Roriz, logo mais às 9 horas, na Rua JC-26-A, quadra 19, lote 3, Jardim Curitiba II, com a presença da superintendente regional da Caixa, Marise Fernandes e de lideranças comunitárias do bairro.

Mais informações: (62) 3096-5015

 

http://www.noticias.goias.gov.br/index.php?idMateria=159256&tp=positivo
Habitação – 01/04/2013 – 16:20:51

Agehab inicia regularização no Jardim Curitiba
A Agência Goiana de Habitação (Agehab) dá início nesta terça-feira, 2, ao cadastro de mais de 4 mil moradias do Jardim Curitiba I, II, III e IV, na Região Noroeste de Goiânia, para regularização fundiária plena. Além da entrega de escrituras às famílias, o projeto prevê melhorias na urbanização, que incluem asfalto, rede de esgoto e de escoamento da água das chuvas e preservação ambiental. O recurso conseguido pela Agehab junto ao governo federal será de R$ 34 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2), numa parceria com a Caixa Econômica Federal. A abertura dos trabalhos de cadastros será feita pelo presidente da Agência, Marcos Abrão Roriz, às 8h30, na Rua JC-26-A, Qd. 19, Lt. 03, Jd. Curitiba II, ao lado do Ciops, com a presença da superintendente regional da Caixa, Marise Fernandes e de lideranças comunitárias do bairro.
A Agehab já começou o levantamento topográfico de toda a área do bairro. Em seguida, os mapas serão entregues à prefeitura para aprovação e emissão do decreto que reconhece o local como loteamento urbano. Com o início dos cadastros, a Agência agiliza uma das etapas mais importantes do processo para emissão das escrituras. Os moradores devem ter em mãos os documentos pessoais (identidade e CPF) do titular, cônjuge e filhos; comprovante de endereço e de renda e termo de assentamento ou posse. Serão beneficiados com a escritura gratuita os moradores com renda até quatro salários mínimos, todos os moradores originários e lotes com até 500 m².
As visitas são domiciliares e as casas cadastradas receberão um selo numerado. A equipe da Agehab estará devidamente identificada com uniforme e crachá. “Pedimos aos moradores que atendam bem a equipe, garantindo a celeridade do processo”, alerta o presidente da Agehab. Marcos Abrão Roriz diz que a população do Jardim Curitiba logo perceberá as mudanças na infraestrutura e valorização do bairro, que vai receber também equipamentos sociais e a construção de 315 unidades habitacionais para famílias que ocupam áreas de risco e de preservação ambiental. A Agehab começa ainda nesta semana o cadastro para regularização fundiária do Madre Germana I e II (Goiânia e Aparecida de Goiânia), que também conta com investimento do PAC-2, no valor de R$ 23 milhões.
A regularização fundiária do Jardim Curitiba faz parte das ações do Programa Casa Legal – Sua Escritura na Mão, que demonstra a sensibilidade e ousadia do Governo de Goiás ao buscar solução para uma situação que se arrasta há décadas. O programa está tornando mais rápido e diminuindo a burocracia das ações que garantem as escrituras dos moradores de conjuntos habitacionais implantados em áreas de domínio do Estado. Cerca de 43 mil processos de regularização estão em andamento hoje na Agehab, dos quais 24 mil em Goiânia. Somente na Região Noroeste o Casa Legal atua para regularizar e entregar escrituras de 18,5 mil imóveis distribuídos em 13 bairros. Mais de 2 mil escrituras já foram entregues em todo o Estado.

Mais informações: (62) 3095-6015

 

SITE CAFÉ DE NOTÍCIAS

Habitação

Agehab inicia regularização no Jardim Curitiba
A Agência Goiana de Habitação (Agehab) dá início nesta terça-feira, 2, ao cadastro de mais de 4 mil moradias do Jardim Curitiba I, II, III e IV, na Região Noroeste de Goiânia, para regularização fundiária plena. Além da entrega de escrituras às famílias, o projeto prevê melhorias na urbanização, que incluem asfalto, rede de esgoto e de escoamento da água das chuvas e preservação ambiental. O recurso conseguido pela Agehab junto ao governo federal será de R$ 34 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2), numa parceria com a Caixa Econômica Federal. A abertura dos trabalhos de cadastros será feita pelo presidente da Agência, Marcos Abrão Roriz, às 8h30, na Rua JC-26-A, Qd. 19, Lt. 03, Jd. Curitiba II, ao lado do Ciops, com a presença da superintendente regional da Caixa, Marise Fernandes e de lideranças comunitárias do bairro.
A Agehab já começou o levantamento topográfico de toda a área do bairro. Em seguida, os mapas serão entregues à prefeitura para aprovação e emissão do decreto que reconhece o local como loteamento urbano. Com o início dos cadastros, a Agência agiliza uma das etapas mais importantes do processo para emissão das escrituras. Os moradores devem ter em mãos os documentos pessoais (identidade e CPF) do titular, cônjuge e filhos; comprovante de endereço e de renda e termo de assentamento ou posse. Serão beneficiados com a escritura gratuita os moradores com renda até quatro salários mínimos, todos os moradores originários e lotes com até 500 m².
As visitas são domiciliares e as casas cadastradas receberão um selo numerado. A equipe da Agehab estará devidamente identificada com uniforme e crachá. “Pedimos aos moradores que atendam bem a equipe, garantindo a celeridade do processo”, alerta o presidente da Agehab. Marcos Abrão Roriz diz que a população do Jardim Curitiba logo perceberá as mudanças na infraestrutura e valorização do bairro, que vai receber também equipamentos sociais e a construção de 315 unidades habitacionais para famílias que ocupam áreas de risco e de preservação ambiental. A Agehab começa ainda nesta semana o cadastro para regularização fundiária do Madre Germana I e II (Goiânia e Aparecida de Goiânia), que também conta com investimento do PAC-2, no valor de R$ 23 milhões.
A regularização fundiária do Jardim Curitiba faz parte das ações do Programa Casa Legal – Sua Escritura na Mão, que demonstra a sensibilidade e ousadia do Governo de Goiás ao buscar solução para uma situação que se arrasta há décadas. O programa está tornando mais rápido e diminuindo a burocracia das ações que garantem as escrituras dos moradores de conjuntos habitacionais implantados em áreas de domínio do Estado. Cerca de 43 mil processos de regularização estão em andamento hoje na Agehab, dos quais 24 mil em Goiânia. Somente na Região Noroeste o Casa Legal atua para regularizar e entregar escrituras de 18,5 mil imóveis distribuídos em 13 bairros. Mais de 2 mil escrituras já foram entregues em todo o Estado.

Mais informações: (62) 3095-6015.

 

 

SITE OLOARES FERREIRA

http://www.oloaresferreira.com.br/?ir=noticias2&id=56&subcategoria=Educa%C3%A7%C3%A3o

Unidade do Projeto Criança Cidadã é inaugurada em Goianira
O Centro Educacional Infantil (CEI) América Benício de Sousa, no Setor Cora Coralina, em Goianira, foi inaugurado nesta terça-feira com a presença da presidente da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Valéria Perillo. O CEI é uma unidade do Projeto Criança Cidadã, parceria entre a OVG, o município e a Agência Goiana de Habitação (Agehab).
O local, com área construída de 461,21 m², tem capacidade para atender cem crianças de 4 meses a 3 anos e 11 meses de idade. A estrutura conta com dois berçários, duas salas de higienização, sala de orientação pedagógica, dois sanitários femininos e dois masculinos, copa, depósitos, área de serviço e pátio coberto. A unidade recebeu cem conjuntos escolares, com mesas e cadeiras, que foram repassados pela OVG em parceria com a Secretaria Estadual da Educação (SEE).
Durante a inauguração, a presidente da Organização das Voluntárias de Goiás disse que este é o segundo CEI do Projeto Criança Cidadã entregue à população de Goianira e outro está em construção. “Em 2005, inauguramos uma unidade no Setor Boa Vista e outra já está sendo construída no Residencial Triunfo.”
Valéria Perillo falou ainda sobre a importância do projeto. “Entendemos que a Educação Infantil é muito importante para o desenvolvimento das crianças e também para as mães, para que elas possam sair tranquilas para o trabalho, sabendo que seus filhos estão em um local adequado e sendo bem cuidados.”
O prefeito de Goianira, Carlos Alberto Andrade Oliveira, disse que parcerias como essa entre o município, a OVG e a Agehab são importantes para promover a melhoria de vida da população. Carlos Alberto informou ainda que o CEI América Benício de Sousa já entraria em funcionamento nesta quarta-feira.
O Projeto Criança Cidadã já inaugurou desde seu lançamento, em 2005, mais de cem CEIs em regiões de todo o Estado. Em março deste ano, foi lançada a segunda etapa do projeto que prevê a construção de novos cem Centros de Educação Infantil, em parceria com os municípios ou entidades sociais.
Homenagem
O Centro Educacional Infantil de Goianira recebeu o nome América Benício de Sousa em homenagem à líder comunitária do Setor Cora Coralina, falecida em 2007, aos 74 anos. Nascida em Formosa (GO) e mãe de nove filhos, América veio para Goiânia em 1975 e mudou-se para Goianira em 1987. Na cidade, fundou a Associação das Mulheres. Ajudava pessoas carentes e tornou-se conhecida no meio político por suas ações. A construção de uma creche no Setor Cora Coralina, onde morava, era seu sonho.

Governo na palma da mão

Pular para o conteúdo