CLIPPING 16 DE ABRIL DE 2013


 

CLIPPING 16 DE ABRIL DE 2013

NOTÍCIAS DE GOIÁS

 

 

http://www.noticias.goias.gov.br/index.php?idMateria=160460&tp=positivo

 

 

 

Governo Itinerante – 16/04/2013 – 08:45:46

 

 

 

Agehab entrega 158 escrituras no Governo Itinerante

 

 

 

A Agência Goiana de Habitação (Agehab) participa do Governo Itinerante da Região Noroeste, na próxima quinta-feira, dia 18, com a entrega de 158 escrituras a famílias da Vila Mutirão. Outros 329 moradores do Bairro São Domingos também assinarão, na ocasião, as escrituras que serão enviadas a cartório para registro. A região Noroeste é um dos principais focos do Programa Casa Legal – Sua Escritura na Mão.

 

 

 

Esta semana, a Agehab finalizou o cadastro dos moradores do Bairro Floresta e dá início na próxima segunda-feira, dia 22, ao cadastramento do São Carlos, ambos na Região Noroeste. Foram cadastradas 1.385 famílias em 31 dias de trabalho no Floresta, o equivalente a 86% do total de moradias passíveis de regularização.

 

 

 

Caminho da legalização

 

 

 

A elaboração e entrega dos mapas para Prefeitura é o segundo passo a caminho para que os moradores tenham as escrituras em mãos. Assim que recebe os mapas, o poder público municipal fica responsável por analisar os mapas e, se não houver nenhum problema, decretar o loteamento como um bairro legalizado. Depois, o processo volta para o governo estadual para verificações legais.

 

 

 

O terceiro passo é o cadastramento das famílias pela Agehab. É nesta etapa que os moradores são chamados para fornecer dados que vão constar nas escrituras. Quando os documentos ficam prontos e aprovados pela Procuradoria-Geral do Estado, os moradores são novamente convocados pela Agehab para assinar as escrituras. Na reta final, elas são encaminhadas para cartório e depois de devidamente registradas são, enfim, entregues aos beneficiários.

 

 

 

O Programa Casa Legal – Sua Escritura na Mão está agilizando e desburocratizando as ações e os processos que garantem as escrituras dos moradores de conjuntos habitacionais implantados em áreas de domínio do Estado. Cerca de 43 mil processos de regularização estão em andamento hoje na Agehab, dos quais 24 mil em Goiânia. Mais de 2 mil escrituras já foram entregues em todo o Estado.

 

 

 

Mais informações: (62) 3096-5000

 

 

 

 

 

 

 

http://www.noticias.goias.gov.br/index.php?idMateria=160454&tp=positivo

 

 

 

Habitação – 15/04/2013 – 18:22:05

 

 

 

Agehab inicia regularização de famílias no São Carlos

 

 

 

A Agência Goiana de Habitação (Agehab) se reúne logo mais, às 19 horas, com lideranças comunitárias do bairro do Bairro São Carlos, na Região Noroeste de Goiânia, para explicar as etapas da regularização fundiária e como será o cadastramento das famílias para entrega das escrituras registradas em cartório. Somente no setor serão visitadas pela equipe da Agência, a partir da próxima segunda-feira, 22, mais de 2 mil moradias. A reunião de hoje será conduzida pelo presidente da Agehab, Marcos Abrão Roriz, na Igreja Comunidade Perpétuo Socorro (Rua SC-32, Qd. 83, Lt. 1 e 2, Bairro São Carlos).

 

 

 

Em dezembro, a Agehab finalizou o levantamento topográfico do setor e entregou o mapeamento à Prefeitura para reconhecimento da área como loteamento urbano. Enquanto o Município não publica o decreto, a Agehab agiliza uma das mais importantes etapas da regularização, que é o cadastramento dos moradores. Para facilitar o trabalho da equipe da Agência, os beneficiários devem ter em mãos os documentos pessoais (identidade e CPF) do titular, cônjuge e filhos; comprovante de endereço e de renda e termo de assentamento ou posse. As visitas serão domiciliares. A equipe da Agehab estará devidamente identificada com uniforme e crachá.

 

 

 

A Agência finalizou esta semana o cadastramento de moradores do Bairro Floresta, também na Região Noroeste. Foram cadastradas 1.385 famílias em 31 dias de trabalho, o equivalente a 86% do total de moradias passíveis de regularização. Segundo o gerente de Cadastro da Agehab, Haroldo Aquegawa, alguns casos pendentes continuarão sendo acompanhados.

 

 

 

A regularização fundiária do São Carlos e Floresta faz parte das ações do Programa Casa Legal – Sua Escritura na Mão, que demonstra a sensibilidade do Governo de Goiás ao buscar solução para uma situação que se arrasta há décadas. O programa está agilizando e desburocratizando as ações e os processos que garantem as escrituras dos moradores de conjuntos habitacionais implantados em áreas de domínio do Estado.

 

 

 

Somente na Região Noroeste da capital, o Casa Legal atua para regularizar e entregar escrituras de 18,5 mil imóveis distribuídos em 13 bairros. No Governo Itinerante que tem início na próxima quinta-feira (18/04), também na Região Noroeste, o governador Marconi Perillo vai entregar escrituras da Vila Mutirão e São Domingos.

 

 

 

Mais informações: (62) 3096-5000

 

 

 

 

 

 

 

http://www.noticias.goias.gov.br/index.php?idMateria=160417&tp=positivo

 

 

 

Habitação – 15/04/2013 – 15:12:07

 

 

 

Agehab elabora projeto de moradia para índios Carajás

 

 

 

O modo de vida da comunidade indígena Carajá, no município de Aruanã, está sendo pesquisado nesta segunda e também na terça-feira, dia 15 e 16, por uma equipe da Agência Goiana de Habitação. A ideia é elaborar um projeto de habitação específico para a comunidade que vive no município.

 

 

 

Experiências na região mostraram que esta comunidade precisa ser atendida de maneira diferenciada, já que não se adequa a padrões comumente usados em moradia de interesse social, explica o presidente da Agehab, Marcos Abrão Roriz. Um dos aspectos importantes, por exemplo, é que geralmente as divisões internas entre cômodos não são aceitas”, explica Marcos.

 

 

 

A solicitação do apoio foi feito à Agehab pela prefeitura de Aruanã. O pedido é resultado de tentativas anteriores do poder público municipal com integrantes da tribo que chegaram a abandonar moradias por não terem se adequado.

 

 

 

Entre os técnicos presentes no município estão os arquitetos responsáveis pela elaboração dos projetos de unidades habitacionais construídas pela Agência. Eles vão estudar comportamento e características culturais para realizar o trabalho. Além do projeto das moradias de interesse social, ainda vão projetar um Centro de Convivência Indígena a ser construído pela prefeitura.

 

 

 

Mais informações: (62) 3096-5016

 

Governo na palma da mão

Pular para o conteúdo