CLIPPING 22 DE MARÇO DE 2013


CLIPPING 22 DE MARÇO DE 2013

O HOJE

CIDADES

Agehab chama população para regularizar moradia

A Agência Goiana de Habitação(Agehab) por meio do Programa Casa Legal – Sua Escritura na Mão, está regularizando moradias no Jardim Curitiba I, II III e IV (Região Noreoeste de Goiânia) e no Madre Germana I eII, que se divide entre os municípios de Goiânia e Aparecida de Goiânia…

Para ler na íntegra: http://www.ohoje.com.br/pageflip/2327/index.html (pag. 14)

 

 

 

PUBLICADO EM SITES

NOTÍCIAS DE GOIÁS

http://www.noticias.goias.gov.br/index.php?idMateria=158617

22/03/2013 – 08:25:51

Hoje é dia de assinatura do Cheque Mais Moradia em Itaguari

A população de Itaguari recebe nesta sexta-feira, dia 22, a equipe da Agência Goiana de Habitação (Agehab) para assinatura do Cheque Mais Moradia para a construção de 79 imóveis. O presidente da Agehab, Marcos Abrão Roriz, explica que a prestação paga pelo beneficiário em financiamento é pequena em função do aporte de recursos do Governo de Goiás, que é de R$ 20 mil, e da Caixa Econômica Federal/FGTS, de R$ 9 mil. Assim, a família beneficiada arca com o financiamento de R$ 10 mil. A prefeitura doa o terreno regularizado e com infraestrutura básica. O atendimento será às 9 horas, no Centro de Referência da Assistência Social (Rua Pedro José Moreira, nº 63, Centro, antiga sede da prefeitura).

Mais informações: (62) 3096-5015

 

http://www.noticias.goias.gov.br/index.php?idMateria=158600&tp=positivo

Habitação – 21/03/2013 – 17:52:56

População de Itaguari é beneficiada com Cheque Mais Moradia

O município de Itaguari, a 100 km de Goiânia, recebe nesta sexta-feira, dia 22, a equipe da Agência Goiana de Habitação (Agehab) para assinatura do Cheque Mais Moradia, que será utilizado na construção de 79 unidades habitacionais. O atendimento será às 9 horas, no Centro de Referência da Assistência Social (Rua Pedro José Moreira, nº 63, Centro, antiga sede da prefeitura). O convênio foi assinado em dezembro e reúne recursos do Cheque Mais Moradia, Governo de Goiás, FGTS e do Governo Federal.

O presidente da Agehab, Marcos Abrão Roriz, explica que a prestação paga pelo beneficiário em financiamento é pequena, em função do aporte de recursos do Governo de Goiás, que é de R$ 20 mil, e da Caixa Econômica Federal/FGTS, de R$ 9 mil. Assim, a família beneficiada arca com o financiamento de R$ 10 mil. A prefeitura doa o terreno regularizado e com infraestrutura básica.

Marcos Abrão Roriz destaca que as obras já começaram em dezenas de municípios que assinaram contratos nesta primeira etapa da parceria, que construirá cerca de cinco mil unidades habitacionais em 55 municípios. Algumas estão em fase adiantada, já com previsão de entrega ainda neste semestre.

Família beneficiadas

Famílias como a do lavrador Ednildo Mariano Leite, de 27 anos, serão beneficiadas. Para ele, a vida de casado vai, enfim, melhorar. Marido de Tatiane Augusta da Veiga, de 23 anos, e pai do pequeno Carlos Eduardo, 3 anos, ele vai sair do aluguel de R$ 200. “Isso é muito bom. Ninguém gosta de ficar pagando por uma coisa que nunca vai ser sua”, ressalta.

O servente de pedreiro Fábio Cardoso dos Santos, 34 anos, se emociona ao lembrar que a vida vai ficar menos apertada. Casado com Karem Káryta Firmino Dias, 25 anos, ele comemora o fato de que vai sobrar mais dinheiro para sustentar os filhos Gutierres, 10 anos, e Kiara Cristina, de 4 meses. A renda familiar varia entre R$ 600 e R$ 900. O problema é que o aluguel da casa em que moram custa R$ 300, praticamente metade do orçamento disponível. “Incluindo água, luz e supermercado, as contas quase nunca fecham. Já passamos muito aperto. Sair do aluguel é a melhor coisa que pode acontecer para uma família”, acredita.

Mais informações: (62) 3096-5015

 

http://www.noticias.goias.gov.br/index.php?idMateria=158551&tp=positivo

Habitação – 21/03/2013 – 16:55:08

Agehab divulga benefícios do Programa Casa Legal – Sua Escritura na Mão

A Agência Goiana de Habitação (Agehab), por meio do Programa Casa Legal – Sua Escritura na Mão, está regularizando moradias no Jardim Curitiba I, II, III e IV (Região Noroeste de Goiânia) e no Madre Germana I e II, que se divide entre os municípios de Goiânia e Aparecida de Goiânia. Para esclarecer a importância da iniciativa, a Agehab, em parceria com a Caixa Econômica Federal (CEF), está patrocinando atividades artísticas como teatro lúdico e circense nas principais ruas, escolas e feiras dos bairros beneficiados. O objetivo é envolver o público infanto-juvenil nas atividades do programa de regularização fundiária. A primeira ação teve inicio esta tarde a partir das 16 horas, no Colégio Militar Ayrton Senna, (Rua JC 10, Jardim Curitiba I).

A peça teatral tem como objetivo explicar aos alunos, de forma criativa, como funciona o processo de regularização fundiária. Nos próximos dias outros locais também serão alvos do trabalho. Segundo o presidente da Agehab, Marcos Abrão Roriz, as ações visam reforçar entre o público infanto-juvenil como funciona o Programa Casa Legal – Sua Escritura na Mão. “Além de serem eficientes replicadoras de informações dentro da família, reforçando o entendimento da importância do que está sendo feito no bairro deles, as crianças fazem parte da geração que crescerá dentro de uma casa totalmente regularizada”, observa Marcos Roriz.

Regularização plena

A Agehab conseguiu aprovação, junto ao Governo Federal, por meio da CEF, do projeto de regularização fundiária plena para as quatro etapas do Jardim Curitiba e as duas etapas do Madre Germana. No Jardim Curitiba serão investidos R$ 34 milhões do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2). As melhorias na urbanização incluem asfalto, rede de esgoto e de escoamento da água das chuvas e preservação ambiental, além da entrega de escrituras. O bairro vai receber também equipamentos sociais e a construção de 315 imóveis para famílias que ocupam áreas de preservação ambiental. No Madre Germana os investimentos somados do PAC-2 serão de R$ 23,4 milhões, com as mesmas ações previstas para o Jardim Curitiba.

Mais informações: (62) 3096-5015

 

Governo na palma da mão

Pular para o conteúdo