Famílias comemoram sorteio de endereços do Buriti Sereno

Vida nova é o que quer a costureira Josefa Ribeiro de Oliveira, 38 anos, assim que receber a chave de seu apartamento no Residencial Buriti Sereno, em Aparecida de Goiânia. Ela teve hanseníase, chegou a passar um ano de cama. Naquela época, foi abandonada pelo marido e pela família. Agora se recupera de uma depressão e das sequelas da doença. “Aconteceu muita coisa ruim, mas veio uma grande alegria, que foi a conquista da minha casa. Acredito que vai começar uma nova fase, repleta de coisas boas”, contou a costureira, durante o sorteio dos endereços que foi realizado nesta quinta-feira (22/11), pela Agência Goiana de Habitação (Agehab), Caixa e Prefeitura de Aparecida de Goiânia. A previsão de entrega dos 832 apartamentos é para o próximo mês.

A gerente de loja Gilcélia Pontes dos Passos, 36 anos, estava torcendo para ser sorteada em um dos andares mais altos. Mas, para ela, o mais importante já tinha acontecido, que é saber que vai ter seu apartamento muito em breve. Gilcélia também torcia para ficar no mesmo bloco de outra beneficiada, a doméstica Lorena Campos Felter, de 31 anos. As duas já trabalharam juntas e ficaram muito felizes de terem sido contempladas no mesmo empreendimento. Lorena vai deixar para trás um aluguel de R$ 350. “Se não fosse por essa oportunidade, não teria condições tão cedo de ter minha casa. Essa parceria do governo possibilitou a realização desse sonho. Imagina juntar uma entrada e pagar prestações altas ganhando um salário mínimo. Seria impossível!”, disse ela, que vai morar no apartamento com a filha de nove anos.

Assim como Josefa, Gilcélia e Lorena, a funcionária pública Luana Soares de Jesus, 24 anos, também estava muito feliz de conhecer o endereço do apartamento. Ela é mãe solteira de filhas gêmeas, de 4 anos. Já tinha feito inscrição duas vezes, pela Prefeitura de Aparecida de Goiânia e também em outro empreendimento do Governo de Goiás, o Nelson Mandela. Mas foi contemplada na cota da Agehab, que ficou responsável pelo processo seletivo de 30% dos apartamentos (332 unidades habitacionais), enquanto a Prefeitura selecionou 70% da demanda (500 moradias).

O vice-presidente da Agehab, José Garcia, representou o presidente da Agência, Cleomar Dutra na solenidade. José Garcia lembrou que oResidencial Buriti Sereno é um dos maiores de interesse social do Estado, construídos pela parceria do Governo de Goiás, Ministério das Cidades/Caixa e município. São 832 apartamentos distribuídos em três condomínios, em uma ampla área, dotada de toda infraestrutura. A construção dos apartamentos foi iniciada com recursos do programa Minha Casa Minha Vida e ficou paralisada durante anos. A Agehab entrou na parceria para viabilizar a retomada e conclusão do residencial, destinado a famílias com renda de até R$ 1,8 mil.

O prefeito de Aparecida, Gustavo Mendanha, lembrou da transparência do processo seletivo para as moradias. “Mais uma etapa foi concluída. Tudo acompanhado de perto pelos beneficiários, pela Câmara de Vereadores e pelo Ministério Público. A lisura do processo pode ser atestada por todos vocês”, disse ele na abertura do evento.

Foi celebrado convênio com a Caixa e liberados pelo Governo de Goiás R$ 16,7 milhões em Cheque Mais Moradia, que somados aos recursos federais assegurou a execução do empreendimento, com valor total de R$ 66,6 milhões. As prestações são acessíveis para as 832 famílias beneficiárias, que vão pagar parcelas que variam de R$ 80,00 a R$ 270,00, com valores decrescentes em financiamento com prazo de 10 anos.

Fotos de Sérgio Willian Godoy

Governo na palma da mão

Pular para o conteúdo