Famílias de bairros da região Norte de Goiânia recebem recursos do Estado para reforma de moradia

Sérgio Willian

 
Do tempo da poeira em um bairro construído a centenas de mãos à reforma que finaliza a construção da casa própria foram 16 anos de muito trabalho e de luta de Ana Ramos Ferreira no movimento popular pela moradia. Pioneira do Residencial Vale dos Sonhos, a auxiliar de enfermagem aposentada se vestiu na manhã deste domingo (25/6) com muito capricho para comemorar dois aniversários: os 16 anos do bairro que ajudou a construir em regime de mutirões e os 67 anos de vida que completa no dia 7 de junho com recursos para reforma da casa. Ela estava entre os 196 moradores dos bairros Vale dos Sonhos, Orlando de Moraes e Jardim Guanabara contemplados com o Cheque Mais Moradia – modalidade Reforma do Governo Goiás, no valor de R$ 3 mil. “Estou recebendo um presente de aniversário. Agora, finalmente, termino a minha casa”.
 
A história de Ana Ramos retrata a luta das 2 mil famílias que deram início ao Vale dos Sonhos, bairro da região Norte de Goiânia, próximo à BR-153, saída para Anápolis. Tudo começou com a compra de uma fazenda pela Sociedade Habitacional Comunitária (SHC), com a contribuição dos cooperados. Ana Ramos conta que poupou durante muito tempo parte do salário para juntar os R$ 500,00 para cooperar com a compra do terreno. Depois, com recursos do Cheque Mais Moradia e em regime de mutirão conseguiu erguer a casa. “Durante todo esse tempo venho fazendo minha casa aos poucos. Sei que agora vou conseguir pintá-la. Digo que vale a pena lutar. Criei meus quatro filhos aqui, na luta. É muita alegria”, comemora Ana.
 
Com o Cheque Reforma, o Governo de Goiás vai beneficiar 1.000 famílias de bairros da região em convênio firmado com a SHC, totalizando R$ 3 milhões de investimento por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab). Esta é a segunda entrega de cheques deste convênio. A primeira foi feita no Governo Junto de Você para 200 famílias. O presidente da Agehab, Luiz Stival, que representou o governador Marconi Perillo no ato administrativo para a entrega dos cheques, destacou o papel social do Cheque Reforma. “Este recurso é exclusivamente para a compra do material de construção para que a família possa reformar o telhado, construir mais um quarto, fazer uma área ou banheiro. Muitas famílias que têm casa própria moram em condições precárias. O Estado está melhorando a situação habitacional dessas famílias”, frisou Luiz Stival. Ele ainda orientou as famílias sobre a prestação de contas do benefício, que é fiscalizado pela Agehab.
 
O casal Wagner Alencar de Oliveira, 36 anos, e Elziane Maria Silva dos Santos, 29 anos, do bairro Orlando de Moraes, também comemorou com uma conquista o Cheque Reforma de R$ 3 mil. Ele é motorista e ela costureira, mas a renda da família nunca permitiu uma reforma no barracão construído há três anos. Faltam reboco, piso e pintura nos quatro cômodos. “O começo aqui no bairro foi muito difícil. Até hoje enfrentamos dificuldades. Fizemos nossa casa por etapas. Agora com o cheque para o material de construção, meu marido e meu sogro vão trabalhar nos finais de semana para fazer a reforma. Sonho em ver a minha casa arrumadinha. Isso aqui é um presente de Deus”, disse Elziane.
 
A enfermeira Divina Botelho da Silva, 41 anos, não se continha de alegria ao descobrir o seu nome na lista de famílias beneficiadas com Cheque Reforma. Moradora do Vale dos Sonhos desde o início do bairro, onde criou os quatro filhos, Divina Botelho contou que só conseguiu construir sua casa porque teve ajuda do Governo de Goiás e dos vizinhos que trabalharam nos mutirões. “Construí porque recebi o Cheque Moradia de R$ 5 mil e agora vou reformar com o Cheque Mais Moradia. Minha casa está cheia de infiltrações por falta de reboco. Mas antes das próximas chuvas ela estará rebocada. Quero também pintar e colocar o piso de cerâmica. Meu cunhado vai trabalhar de pedreiro nos finais de semana para nos ajudar”.

Com o Cheque Reforma, o Governo de Goiás já beneficiou cerca de 20 mil famílias em todo o Estado com reforma de moradias. Os investimentos são da ordem de R$ 38 milhões. O Cheque Mais Moradia, em qualquer uma de suas modalidades, destina-se à aquisição do material de construção

Governo na palma da mão

Pular para o conteúdo