Famílias de Goianápolis recebem moradias do Governo de Goiás

O casal formado pelo frentista Elismar Rodrigues, 25 anos, e a estudante Pâmela Cristina, 19, subiu ao palco na solenidade de entrega de 58 moradias em Goianápolis, município a 50 quilômetros de Goiânia, nesta sexta-feira (19/10), para representar as famílias beneficiadas. Eles receberam as chaves das mãos do presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Cleomar Dutra, que representou o governador José Eliton. O casal vai começar vida nova no Residencial Vem Morar Novo Horizonte, fruto da parceria entre o Governo de Goiás, com o Cheque Mais Moradia, e Caixa, com recursos federais do FGTS para famílias com renda até R$ 2.600. As casas contam com 51 m2, são forradas e já vêm com previsão de ampliação de um quarto. As unidades são entregues com energia solar instalada, que visam uma economia de 40% na conta de eletricidade. O bairro já está dotado de toda infraestrutura, como asfalto.

O presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Cleomar Dutra, disse que o Governo de Goiás tem trabalhado com muito planejamento, fortalecendo as parcerias, para levar moradia de qualidade para as famílias que mais precisam. “Continuamos focado na conclusão e entrega das obras. Este ano já foram entregues mais de 4 mil moradias”, salientou. O investimento estadual na construção do residencial foi de R$ 870 mil, sendo R$ 15 mil por unidade habitacional.

Cleomar Dutra lembrou que José Eliton assumiu o governo com o compromisso de focar no cidadão, o que ele tem feito com a determinação de formalizar parcerias que beneficiem cada vez mais pessoas na área de habitação: “Hoje mesmo o governador formalizou mais parcerias com o Ministério das Cidades para beneficiar cerca de 600 famílias em Planaltina e Aparecida de Goiânia”. Segundo ele, a contrapartida do Cheque Mais Moradia viabiliza a construção dos residenciais, elimina a entrada e também reduz o valor das prestações do financiamento.

A dona de casa Elaine dos Santos Moreira, 29 anos, estava emocionada com a conquista. Ela deixou para trás 11 anos de aluguel. “Foram muitos anos sonhando e lutando com a chegada deste momento. Quando surgiu a oportunidade, nem acreditei que daria certo. Agora a emoção é muito grande”, revelou. A funcionária pública Eliana Xavier, 36 anos, vai viver no Residencial com a filha Camila, de 17 anos. Agora que conquistaram a casa própria, elas abriram espaço para outros sonhos. Camila quer fazer faculdade de Odontologia. Para a mãe dela, é muito bom esquecer a apreensão que é viver de aluguel. Ela pagava R$ 350 de aluguel e vai pagar R$ 360 de prestação do financiamento habitacional, praticamente o mesmo valor, com a vantagem das parcelas serem decrescentes.

O Cheque Mais Moradia, criado em 2003, é um importante instrumento do Governo de Goiás no combate ao deficit habitacional em todos os municípios do Estado. Cleomar Dutra destacou que já são 132 mil famílias beneficiadas na área habitacional com construção, reforma e melhoria de moradias precárias e equipamentos comunitários. Cleomar Dutra anunciou ainda que está prevista para Goianápolis outra parceria para construção de novo empreendimento. Também já foi entregue o Residencial Novo Horizonte II, com 100 unidades habitacionais, representando investimento de R$ 7,5 milhões na parceria com o programa Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), do governo federal. De acordo com o presidente da Agehab, é o poder público devolvendo ao cidadão os impostos pagos com responsabilidade, em forma de habitação e qualidade de vida.

A atendente Vitória Dias de Morais, 22 anos, e o microempresário Jhonathan Bruno de Oliveira Lopes, 23, moravam em uma casa emprestada do avô. Eles estão muito felizes com a qualidade da moradia recebida e nem acreditaram quando souberam que seriam contemplados. “Só quando assinamos o contrato é que caiu a ficha. Temos um lugar seguro para nosso filho Pietro, de 4 anos, crescer”, concluíram.

Governo na palma da mão

Pular para o conteúdo