Famílias de Trindade recebem escrituras do Programa Casa Legal

O Governo de Goiás entregou  na manhã de hoje (3/12), em Trindade, 98 escrituras do Programa Casa Legal – Sua Escritura na Mão a moradores do Conjunto Dona Iris II.  A regularização da moradia é um alento para o casal formado por Francisco de Assis, 35 anos, e Greyciele Neves, 27. Os dois têm uma filha pequena e estão desempregados. Eles não teriam como conseguir o documento se não fosse pelo trabalho realizado pelo Estado de Goiás. “Estamos passando por uma situação difícil, e receber a escritura gratuitamente é uma bênção”, contou Francisco, que procura emprego como soldador há dois anos.  

O presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Cleomar Dutra, representou o governador José Eliton na solenidade. De acordo com ele, a orientação do governador é de continuar trabalhando até 31 de dezembro como se fosse o primeiro dia do mandato. “Estamos cumprindo nosso papel de gestores públicos. Começar o festivo mês de dezembro levando o benefício do registro da moradia para a população é muito bom”, disse ele, que cumprirá nos próximos dias agenda de entrega de cerca de 800 escrituras em Goiânia e Aparecida de Goiânia.

Já foram beneficiadas com escrituras do Casa Legal outras 340 famílias do Conjunto Dona Iris II. A Agehab atua desde 2011 no município para regularizar 1.387 imóveis distribuídos em quatro bairros: Conjunto Dona Íris I e II, Jardim Imperial
(Conjunto Habitacional Marise) e Jardim Tamareiras. Com as 98 escrituras entregues hoje, já são 915 famílias beneficiadas em Trindade. Cleomar Dutra ressalta que estão em andamento outras 500 escrituras para serem entregues aos moradores do município.

A aposentada Alice Angélica dos Santos, 70 anos, e a auxiliar de cozinha Genilde Santos de Barros, 55, são vizinhas no Dona Íris II há mais de 20 anos. Elas estavam muito felizes de receber as escrituras das moradias e relembraram toda a dificuldade que já passaram até chegar este momento. “Passa um filme na cabeça. Eu adquiri o lote com muita dificuldade, fui construindo aos poucos. Quando estava tudo arrumadinho, cresceram o olho em cima e tentaram me tomar. Só agora eu sinto firmeza, com a escritura na mão”, revelou Genilde.

Alice foi uma das pioneiras do bairro. Recebeu o lote por meio de um termo de assentamento em 1993. Com três filhos, lembra que já teve muito medo de perder o lote. “Hoje o bairro melhorou muito. Tem transporte, energia. Os meus filhos estão criados e morando perto. A escritura é a segurança de que é meu. Posso confiar”, afirmou.

O prefeito de Trindade, Jânio Darrot, disse que quer terminar o mandato, em 2020, com 100% do município regularizado. Segundo ele, a Agehab é uma parceria importante no cumprimento desse objetivo. “Sempre tivemos as portas abertas na Agehab, para regularização, construção e reforma de moradias. Cleomar Dutra faz um importante trabalho à frente da Agência”, elogiou.

O Governo de Goiás atua com o programa Casa Legal para legalizar 109 bairros distribuídos em 52 municípios. Já foram entregues mais de 20 mil escrituras desde a criação do programa, em 2011. Estão em andamento atualmente processos para regularização e escrituração de cerca de 28 mil imóveis. O Casa Legal foi lançado pelo Governo de Goiás com a missão de fazer o enfrentamento de um dos mais sérios problemas urbanos, a irregularidade fundiária, que deixa à margem do desenvolvimento das cidades milhares de famílias.

 

Fotos de Sérgio Willian Godoy

Governo na palma da mão

Pular para o conteúdo