Famílias recebem moradias em Aparecida do Rio Doce, no Sudoeste de Goiás


 

A dona de casa Leia da Trindade dos Santos Silva, de 26 anos, mal podia esperar para entrar de vez para dentro de sua nova casa em Aparecida do Rio Doce, a cerca de 300 quilômetros de Goiânia, na Região Sudoeste de Goiás. Ela faz parte de uma das 100 famílias que receberam neste sábado (17/09) moradias construídas em parceria entre o programa Cheque Mais Moradia, do Governo de Goiás, e a Caixa Econômica Federal, com recursos do FGTS/Imóvel na Planta e do programa federal Oferta Pública Sub-50/ II.

A entrega da casa vai iniciar a realização de um sonho que Leia e o marido, o motorista e servidor público municipal Ronaldo Manoel da Silva Santos, de 31 anos, vem gestando há quatro anos, quando resolveram se casar. Até a última semana eles estavam vivendo de aluguel, com despesa fixa de 250 reais, sem contar gastos com energia, água e gás. “É um dinheiro que faz falta no fim do mês”, diz a dona de casa, mencionando que a renda familiar não ultrapassa os R$ 1,5 mil.

Além de realizar o sonho, Leia ainda menciona que enfim pode dormir tranquila quanto ao patrimônio que poderá deixar para a primeira filha do casal, Manoela, que acaba de completar 1 ano. “Pra gente é uma segurança”, diz ela, que junto com o marido namorou a construção da casa no último ano. “Ele, mais do que eu, visitava a casa todo dia. Chegou até a limpar o lote todo duas vezes”, relembra ela, feliz.

Felicidade semelhante a caixa de supermercado Alessandra de Sousa Freitas, 30 anos, espera ver no rosto do marido, o carreteiro Ibaldo José Parreira, de 40 anos, que ainda não sabe que as chaves do novo imóvel deles foi entregue. “Ele está viajando para fora do Estado e a gente evita falar pelo celular para não gastar. Quero contar pra ele quando ele estiver aqui na minha frente”, justifica ela, que ficou sabendo da entrega dias antes do evento e agora quer fazer uma surpresa.

O casal vive de favor com dois filhos – Pedro Henrique, 14, e Samara, 4 anos – em um imóvel de propriedade do pai de Alessandra. “Mesmo sendo do meu pai, a gente sempre sonhou com aquilo que vai ser nosso. Não poderia ficar dando esse prejuízo pra ele”, arremata a dona de casa, que já faz planos para um muro ao redor do imóvel e ainda uma ampliação de mais um quarto para garantir privacidade aos filhos de sexos opostos.

Parcerias múltiplas

Das 100 unidades entregues neste sábado pelo Governo de Goiás, no programa Cheque Mais Moradia, 60 são fruto de parceria com a Caixa, recursos do FGTS/Imóvel na Planta. As outras 40 são referentes ao convênio com o Programa Oferta Pública Sub-50/ II, do governo federal, que atende municípios com até 50 mil habitantes. A prefeitura também participa da parceria, responsável pela infraestrutura básica e terreno regularizado.  A entrega oficial foi realizada no Residencial Omar Divino de Almeida, com as presenças do governador em exercício, José Eliton, e do presidente da Agehab, Luiz Stival.

O investimento do Governo de Goiás nos empreendimentos é de R$ 1,4 milhão. “As parcerias garantem moradias com melhor qualidade e prestações acessíveis. Todos os municípios são atendidos, dos menores aos maiores”, afirma Stival, destacando que a prioridade é a conclusão das obras em andamento. A Agehab participa do programa Goiás Mais Competitivo e tem superado as metas de entrega de moradias.

O Governo de Goiás, por meio da Agehab, já fez investimento de cerca de R$ 2 milhões na área habitacional em Aparecida do Rio Doce. Além das 100 moradias, que serão entregues agora, o município foi beneficiado com reforma de 100 moradias e está com convênio de Cheque Comunitário em andamento para construção de dois equipamentos sociais.

Nos próximos dias estão previstas ainda entregas nos municípios de Novo Brasil, Barro Alto, Fazenda Nova, Guaraíta, Ipameri, Vicentinópolis e Marzagão.

Governo na palma da mão

Pular para o conteúdo