Governador celebra convênio que garante retomada e conclusão de moradias para 900 famílias em Aparecida de Goiânia

 

 

A assinatura do convênio com a Caixa, que aporta R$ 4,5 milhões de recursos do Governo de Goiás para a retomada imediata da obra, aconteceu no canteiro de obras do Condomínio São Pedro

Depois de mais de três anos de luta e incertezas, 900 famílias que esperam pelas chaves da moradia própria no Condomínio São Pedro, em Aparecida de Goiânia, já podem sonhar com o dia da mudança. A retomada e conclusão da obra foi garantida hoje (11/8) pelo governador Ronaldo Caiado com a celebração de convênio com a Caixa Econômica Federal, assegurando o aporte de R$ 4,6 milhões do Estado, por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab). A assinatura do convênio foi realizada no canteiro de obras do empreendimento, mais conhecido como Chácara São Pedro. Acompanhado do presidente da Agehab, Lucas Fernandes, do prefeito de Aparecida, Gustavo Mendanha, e de representantes da bancada federal, o governador conheceu a realidade do futuro residencial, que estava com as obras paralisadas desde 2018, com um percentual de 60% executados. “Só autorizo obra com dinheiro depositado em conta. E só inauguro o que está pronto para usar e servir ao cidadão”, destacou o governador durante o ato de assinatura, salientando que exige obras e ações dentro de cronograma respeitado para trazer benefícios à população.

Deuzília Pereira da Cruz, 43 anos, advogada recém-formada, fez questão de presenciar a assinatura do convênio que reacende a esperança de centenas de famílias que lutam para conquistar a casa própria. Ela e o marido Paulo Adriano, vendedor, sonham com o dia de pegar as chaves do apartamento de 50 metros quadrados, com dois quartos. “Estamos esperando desde que esse terreno aqui foi comprado para construir as moradias. Fomos selecionados e vivemos esse tempo todo de aluguel. Meu sonho é sair do aluguel e usar o dinheiro para mobiliar a minha casa. Agora temos certeza que vamos receber o apartamento no ano que vem. Só estou esperando receber as chaves para planejar filhos”, contou Deuzilia.

O presidente da Agehab, Lucas Fernandes, falou do compromisso do governador com a área de habitação. “O governador tem exigido muito trabalho e dedicação da equipe da Agehab para que mais pessoas sejam atendidas com moradia e escritura. Aqui neste empreendimento estaremos gerando mais de 700 empregos diretos e indiretos, além de atender as famílias com moradia digna e de qualidade. O governador nos determinou a máxima agilidade nas tratativas com a Caixa para resolver o problemas das famílias que aguardam por essas moradias”, frisou o presidente da Agehab, lembrando que em breve mais 420 famílias do Jardim das Oliveiras, em Goiânia, também serão contempladas com moradia. 

“Agradeço ao governador, porque sem essa parceria não seria possível finalizar o projeto. Ele está ajudando 900 famílias. Aqui vão morar umas cinco mil pessoas, quase uma pequena cidade”, disse o auxiliar administrativo Carlos Antônio de Freitas, beneficiário já selecionado, que sonha em economizar o dinheiro do aluguel para comprar um carro. “Aqui vou morar com minha mãe. E vou pagar de prestação 10% do salário mínimo. É tudo que eu sonho, ter minha casa. O que sobrar vou juntar para comprar um carro”, disse.

O investimento total na obra será de R$ 35 milhões. A injeção de recursos do Estado representa 13% desse valor. O governador fez questão de destacar o perfil social da obra. “Só pode ser reiniciada porque Goiás fez uma contrapartida para garantir que o cidadão ou a família que venha a ocupar o apartamento tenha uma prestação pequena. Esse valor será de pouco mais de R$ 80 por mês, um valor acessível”, salientou o governador. Também ressaltou a importância da Agehab nas ações da Secretaria da Retomada. “Tenho pedido muita eficiência neste trabalho. É fundamental. Gera emprego, movimenta a economia da cidade, ao mesmo tempo em que dá dignidade àqueles que têm o direito a essa casa própria”, lembrou Ronaldo Caiado. O superintendente da Regional Sul da Caixa, Evandro Narciso de Lima, enalteceu a importância das parcerias com o Governo de Goiás, que garantem conclusão de obras como a do Condomínio São Pedro.

O diretor do Movimento de Luta pela Casa Própria (MLPC), Euler Ivo, afirmou que o aporte autorizado pelo governador foi fundamental para resolver o problema que aflige as famílias que aguardam pelas moradias. O MLPC é uma das entidades proponentes que deram início à obra, juntamente com a Associação Cultura, Educação, Moradia, Agricultura e Trabalho (Acemat) e Associação de Combate à Desigualdade Social (Acodes). Também integram o convênio as Comissões de Acompanhamento de Obra (CAO) de cada condomínio, compostas por representantes dos beneficiários e a Construtora Brasil Central (CBB).

As presidentes das entidades proponentes do empreendimento também foram unânimes em ressaltar a importância da parceria do Governo de Goiás para realizar o sonho das famílias que têm lutado muito para conquistar a moradia própria. Valdete Patrocínio, do MLPC, disse que o governador está devolvendo esperança de futuro para as famílias: “A parceria com o Governo de Goiás atende aos nossos anseios. Temos certeza que ano que vem as famílias estarão morando aqui. O governador está devolvendo a esperança de futuro para 900 famílias, depois de muitos anos de luta e incertezas”. Núbia Cristian, da Acodes, afirmou que “as famílias vão sair do aluguel e vão ter suas raízes firmes com a moradia”. Já Maria Ocianira, da Acemat, disse que 80% das famílias beneficiadas no empreendimento são chefiadas por mulheres, que lutaram com “muito empenho” pela casa própria. “Ver essa obra retomada era o nosso sonho. Isso seria inviável sem o apoio do Governo de Goiás. A Agehab é um apoio de excelência para as famílias que precisam”, acrescentou Maria Ocianira.

Estiveram presentes na solenidade o prefeito de Aparecida, Gustavo Mendanha; os deputados federais Gláustin da Fókus, Zacharias Calil, Professor Alcides e Célio Silveira; os deputados estaduais Henrique César e Jeferson Rodrigues; os secretários de Estado Andréa Vulcanis (Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável) e Tony Carlo (Comunicação); e do chefe de gabinete da vice-governadoria Flávio Inácio, representando o vice-governador Lincoln Tejota. O ato foi prestigiado também por todo o corpo executivo da Agehab: vice-presidente Luiz Sampaio, secretário geral, Adriano Carvalho, diretores Kelly Morgana, Valderi Borges, Lindomar Menezes e Lucas Gouveia.

O empreendimento

O Condomínio São Pedro está dividido em três residenciais, cada um com 25 torres que abrigam 300 apartamentos. São três pisos, com quatro apartamentos por andar, de 50 metros quadrados – sala-copa, dois quartos, cozinha, banheiro, vaga na garagem e áreas de convivência social. A aquisição do terreno pelas entidades foi feita em 2013 e as obras iniciadas em 2014 com recursos federais, com previsão de conclusão em 2016. Mas a execução do projeto sofreu descontinuidade e estava completamente paralisada desde 2018. Com entrada do Governo de Goiás na parceria, a obra foi retomada no mesmo dia da assinatura do convênio pela CCB – Construtora Brasil Central, com prazo contratual para conclusão em até 18 meses.

Governo na palma da mão

Pular para o conteúdo