Governador lança amanhã construção de 5 mil moradias em Goiânia


 


Assinatura de ordem de serviço para início da construção de 5 mil moradias para famílias com renda de até R$ 1.600 acontecerá às 16 horas, na Praça da Feira do Vera Cruz II


O governador Marconi Perillo encerra 2013 com o lançamento do maior empreendimento imobiliário de interesse social em Goiânia, o Residencial Nelson Mandela, no Vera Cruz II, com cerca de 5 mil moradias para famílias com renda de até R$ 1.600,00. A assinatura da ordem de serviço para início da obra será amanhã (27/12), às 16 horas, na Praça da Feira (Avenida Dona Gercina Borges Teixeira), em frente ao canteiro de obras. Acompanhado do presidente da Agência Goiânia de Habitação (Agehab), Marcos Abrão, o governador fará ainda a entrega de 2 mil Cheques Mais Moradia – modalidade Reforma – , no valor individual de R$ 3 mil, para famílias de nove municípios, a maioria da Região Metropolitana de Goiânia, totalizando benefícios de R$ 6 milhões em convênio com associações e entidades sociais.

 

Segundo o presidente da Agehab, Marcos Abrão, as inscrições devem acontecer em março, quando o obra estiver com pelo menos 30% executados. “Na Agehab só abrimos cadastro com o empreendimento contratado ou as obras já iniciadas. Na gestão passada foi feito um cadastro para levantamento de demanda que gerou muita expectativa, sem que houvesse sequer uma casa para ser entregue. Mudamos essa história”, acrescenta Marcos Abrão. Essas moradias irão atender famílias com renda de até R$ 1.600, que residam no município de Goiânia há pelo menos três anos, possuem dependentes e nunca tenham sido beneficiadas em qualquer outro programa habitacional (federal, estadual ou municipal).

 

A construção do residencial, no valor de mais de R$ 350 milhões, é fruto de uma parceria do Governo de Goiás, por meio da Agehab, com o governo federal, por meio do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR)/Caixa. Serão investidos mais de R$ 70 milhões em Cheque Mais Moradia. A responsável pela obra é a Direcional Engenharia, de Belo Horizonte, que possui tecnologia para construção em grande escala. O residencial será implantado em áreas da Agehab, no Vera Cruz, com mais 1,2 milhão de metros quadrados, em bairro completamente urbanizado, com toda infraestrutura e de fácil acessibilidade. “O conceito que adotamos é de ocupação de vazios urbanos. As moradias serão construídas em várias áreas que temos aqui no Vera Cruz. O Ministério das Cidades elogiou muito a escolha da área”, destaca Marcos Abrão.

 

Serão 293 blocos de apartamentos, com quatro pavimentos (térreo e mais três andares), com 16 apartamentos por bloco, sendo quatro por pavimento. O apartamento possui dois quartos, sala, cozinha e banheiro. O Governo de Goiás também irá ampliar a oferta de equipamentos sociais para beneficiar a população da região. De acordo com Marcos Abrão, o residencial foi concebido para atender as famílias que mais precisam da intervenção do poder público para ter acesso à moradia. “Quando forem abertas as inscrições, a Agehab irá pedir ao Ministério Público que acompanhe o processo de cadastro”, salienta o presidente da Agehab.

Governo na palma da mão

Pular para o conteúdo