Governo de Goiás entrega moradias e Cheques Reforma em Posse


 

O presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Luiz Stival, representou o Governo de Goiás na entrega de 30 novas unidades habitacionais e 144 Cheques Mais Moradia, modalidade Reforma, em Posse, a 530 quilômetros de Goiânia, na Região Nordeste do Estado. Os eventos de entrega foram realizados no sábado (14/02). As novas moradias, localizadas no Conjunto Bela Vista I e construídas com recursos da parceria estadual-federal do Cheque Mais Moradia e programa Sub-50 1, foram entregues com complementação da modalidade Melhoria do programa estadual. Já os Cheques Reforma foram entregues, no prédio da Câmara Municipal, para moradores de habitações de interesses sociais espalhados por vários bairros da cidade de cerca de 34 mil habitantes, no valor total de mais de R$ 384 mil.

A dona de casa Ana Maria Barros do Senhor, 57 anos, e o marido, o pedreiro Elias Oceano do Senhor, 58, pertencem a uma das 30 famílias beneficiadas com as novas moradias. Juntos eles têm dez filhos, cinco deles vivendo na casa construída com contrapartida do Cheque Mais Moradia, entregue com completo do Cheque Melhoria. “Estou feliz da vida. Em 40 anos de casada, nunca tive uma casinha para morar. Quero agradecer primeiramente Deus e depois o governo e esse povo da Agehab que sempre me tratou muito bem. Nunca me senti tão valorizada”, disse Ana Maria, agradecida

Ela conta que chorou muito quando soube que receberia sua casa. “Estou saindo de um lugar que morava com os filhos, que era uma invasão”, diz ela, que é mãe de Leidiane Santos Barros, que acaba de ter a pequena Ângela, de 4 meses, e de Licinia, 25 anos, que por sua vez é mãe de Junior, Cleiton, Akexsandra e Erisvânia. Todos agora tem um teto próprio e legalizado para morar.

Casa melhor

Antônio José do Rosário, 79 anos, lavrador aposentado, estava na turma de beneficiários que receberam no sábado o Cheque Reforma. A experiência como servente de pedreiro deu experiência ao senhor, que nasceu na Bahia e foi jovem para Posse, para saber o que precisa ser feito nos conjuntos de cômodos que ele e mais nove parentes dividem. Com o dinheiro do Cheque Mais Moradia, ele vai reformar o telhado da parte da frente do lote, onde uma das filhas tem um comércio e onde dorme parte de netos e dos filhos mais novos dele, cada qual com sua família. “Tá muito velho e é muito quente, porque tem telha velha e um plástico por baixo. Além de fazer calor, ainda junta muito rato. Agora a gente vai resolver isso”, diz ele, com uma das netas nos braços.

 

Governo na palma da mão

Pular para o conteúdo