Economia goiana cresce 4,1% em maio, revela Banco Central

Pesquisa do Índice de Atividade Econômica aponta o avanço sólido do estado. Em maio, Goiás registrou o sexto maior crescimento do Brasil

A economia goiana cresceu 4,1% em maio deste ano na comparação com o mesmo mês de 2022, sem considerar efeitos sazonais. O avanço é medido pelo Índice de Atividade Econômica (IBCR) de Goiás, que é a prévia do Produto Interno Bruto (PIB), divulgado pelo Banco Central (BC). Os dados foram confirmados pelo Instituto Mauro Borges de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (IMB).

A análise do BC mostra que Goiás alcançou o 6° maior crescimento entre os estados. O resultado é superior à média nacional, que apresentou aumento de 2,1% no mesmo período.

"Os dados mostram a força da nossa atividade econômica, que está em ascensão. A atual gestão segue intensificando esforços para qualificar os cidadãos e promover o fomento da nossa economia", avalia o secretário-geral de Governo, Adriano da Rocha Lima.

No acumulado do ano, Goiás apresentou crescimento de 2,9%, ficando na 7ª posição. Neste período, o crescimento nacional foi de 3,6%. O diretor-executivo do IMB, Erik Figueiredo, comemora os resultados alcançados.

"Conseguir obter um crescimento de 4,1% em 2023, diante de uma base tão alta, já que o ano de 2022 foi marcado por um nível de atividade econômica muito elevado em Goiás, só evidencia a manutenção da dinâmica do Estado em 2023", pontua.

Saiba mais

Goiás registra crescimento recorde de empresas

Secretaria-Geral de Governo – Governo de Goiás

Governo na palma da mão

Pular para o conteúdo