Economia realiza consulta pública para planejamento dos próximos quatro anos

A Secretaria da Economia recebe até 30 de junho a consulta pública para o Plano Plurianual 2024-2027. Os cidadãos poderão colaborar com sugestões e indicar as políticas públicas que consideram mais relevantes. Para participar ativamente da construção do planejamento governamental para os próximos quatro anos, basta preencher o Formulário de Participação Social, disponibilizado no site .

É possível escolher políticas públicas em cada eixo do PPA: social; segurança pública e justiça; desenvolvimento econômico e sustentável; gestão responsável e transformadora; infraestrutura social e econômica; educação plena; inovação, ciência e tecnologia; e saúde integral.

“Contamos com a sociedade civil para construir o PPA de forma extremamente colaborativa. Com o planejamento participativo, vamos otimizar as entregas à população”, ressalta a secretária da Economia, Selene Peres Peres Nunes.

A titular da Subsecretaria Central de Planejamento, Monitoramento e Avaliação, Elise Gonçalves, destaca que a participação social neste momento de consulta pública também é uma forma de exercitar a democracia.

“Queremos que o PPA reflita as iniciativas que vão ter o maior impacto para o crescimento do Estado e melhoria da vida da população, com alinhamento ao plano de governo e projetos que materializem essas ações, além de incentivar o diálogo dentro e fora do governo”, diz.

Consulta pública

Também é oferecido um espaço para resposta livre. As contribuições serão registradas e, posteriormente, repassadas ao órgão ou entidade governamental do Estado.

“A participação social reforça o comprometimento dos gestores em ouvir a população e atender os desejos do povo goiano. É mais um instrumento pelo qual o cidadão pode participar ativamente da construção do Estado”, reforça a superintendente de Planejamento e Desenvolvimento, Patrícia Oliveira.

Processo

A elaboração do PPA 2024-2027 começou em 6 de junho, quando a Secretaria da Economia apresentou o cronograma de trabalho e a metodologia adotada. Após reuniões técnicas com representantes dos órgãos da administração direta e indireta e participação dos demais poderes e a colaboração da sociedade civil, por meio da consulta pública, o texto final será encaminhado em agosto à Assembleia Legislativa para apreciação dos deputados.

Previsto na Constituição Federal, o Plano Plurianual define diretrizes, objetivos e metas do governo para um período de quatro anos. Ele é obrigatório para todos os entes da Federação.

Secretaria da Economia – Governo de Goiás

 

Governo na palma da mão

Pular para o conteúdo