Em seis meses, Programa de Qualificação para Exportação já levou produtos goianos ao exterior

Peiex atende 60 empresas e está preparado para receber mais 90 em seus núcleos operacionais em Goiânia e, pela primeira vez, um polo de atendimento em Rio Verde

peiex art.renda
Com apoio do Peiex, peças íntimas produzidas pela indústria goiana Art.Renda começam a ganhar espaço no mercado norte-americano

Em apenas seis meses, empresários goianos iniciaram suas primeiras experiências com a exportação de seus produtos. Exemplo é a Art.Renda Lingerie, criada em 1988, em Goiânia, que vem desbravando o comércio norte-americano. A empresa sempre teve em seus planos alcançar o mercado internacional, mas não conseguia concretizar. Até que entrou para o Programa de Qualificação para Exportação (Peiex). Foi o pontapé para que sua moda íntima cruzasse o Atlântico.

Em Goiás, o Peiex, da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex), é executado em parceria com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Inovação (Sedi) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg). O Peiex tem como objetivo preparar as empresas brasileiras para o início do processo de exportação de seus produtos e serviços de forma planejada e segura.

A Art.Renda Lingerie e a Attivos Magistrais (farmácia de manipulação) iniciaram no programa em junho e ambas já conseguiram exportar. Até o momento, 60 empresas estão recebendo as consultorias, cursos e apoio técnico. Ainda restam 90 vagas. Os interessados em participar do programa ou conhecer mais sobre podem entrar em contato com o Núcleo Operacional pelo fone (62) 3201-5197 ou e-mail: peiex@goias.gov.br.

Caso de sucesso
A gerente Larissa Rocha, da Art.Renda, conta que o programa ajudou a estruturar todo o processo de exportação da empresa. “O programa e os treinamentos deram tão certo que começamos a exportar logo no início, mesmo antes da conclusão. Começamos a enviar produtos para os Estados Unidos e fizemos todas as modificações necessárias solicitadas pelos técnicos”, conta.

Larissa Rocha diz que tinha dúvidas e que o apoio dos técnicos e consultores foi fundamental. “Me ensinaram o passo a passo, desde o planejamento até a formação do preço, marketing. Tudo isso me ajudou a ter sucesso. Agora a nossa meta é exportar também para a América Latina”, planeja.

O núcleo operacional do programa tem sede em Goiânia e, pela primeira vez, um polo de atendimento em Rio Verde. O objetivo é qualificar 150 empresas da região, para que consigam inserir os seus produtos no mercado internacional. Até o momento, o Peiex já atendeu diversos setores, dentre eles, higiene pessoal, cosméticos, farmacêutico, moda, alimentos, maquinário, móveis, engenharia, agropecuário, casa e construção, e serviços de tecnologia da informação.

Para a execução dos trabalhos foram selecionados técnicos qualificados na área internacional, de modo a aprimorar ainda mais os resultados do programa. O objetivo é oferecer atendimento personalizado e focado na necessidade da empresa participante, orientando os caminhos mais adequados para iniciar as operações de exportação.

Sobre o Peiex
O Peiex é oferecido pela Apex-Brasil com o intuito de preparar as empresas brasileiras para iniciar o processo de exportação de forma planejada e segura. A Apex-Brasil realiza o Peiex em 23 Estados mais o Distrito Federal, com 32 núcleos operacionais instalados em parceria com instituições de ensino, federações de indústria e fundações de amparo à pesquisa, cobrindo 818 municípios.

Sobre a Apex-Brasil
A Apex-Brasil atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A agência apoia atualmente aproximadamente 15 mil empresas em 80 setores da economia brasileira.

Sobre a Fapeg
A Fundação de Amparo à Pesquisa de Goiás (Fapeg) é uma entidade integrada ao Sistema Estadual de Ciência e Tecnologia e jurisdicionada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Inovação, responsável pela execução da política estadual de fomento à pesquisa e ao custeio ou financiamento de projetos de pesquisa, inovação e difusão tecnológica e extensão. É hoje uma instituição sólida, capaz de responder aos anseios da comunidade científica e aos desafios impostos pelo crescimento econômico e social de Goiás. Saiba mais em: https://siteshom.goias.gov.br/fapeg/

Sobre a Sedi
A Secretaria de Desenvolvimento e Inovação do Estado de Goiás é um órgão da administração direta do Poder Executivo do Estado de Goiás que tem por competência, dentre outras, a de formular e executar a política estadual de atração de investimentos nacionais e internacionais de base tecnológica e/ou de inovação; realizar eventos e feiras de tecnologia nacionais e internacionais, além de participar deles; e formular e executar as políticas públicas relacionadas a comércio exterior no âmbito de sua atuação.

Fonte: Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Inovação (Sedi)

Governo na palma da mão

Pular para o conteúdo