Fapeg dá início à contratação de contemplados na Chamada de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Regional (DCR)

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg) homologou, junto ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o resultado final da Chamada Pública nº 04/2016, de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Regional (DCR). A partir de agora, a Fundação dá início à contratação dos pesquisadores contemplados, seguindo retificação do cronograma publicada nesta quarta-feira, 22 de fevereiro. O prazo limite para contratações é o dia 24 de março de 2017.

Conforme consta do item 13 do Edital, caso o candidato não apresente os documentos requisitados ou não atenda às demais condições e o prazo estabelecido no Cronograma, o proponente será considerado desistente. A Fapeg alerta, ainda, que a concessão do auxílio será cancelada caso ocorra violação de qualquer dos termos estabelecidos no Termo de Concessão e Aceitação de Auxílio, bem como questões irregulares identificadas no ato da contratação ou durante a vigência da bolsa.

Demanda
As 24 propostas selecionadas passaram por uma seleção rigorosa, primeiramente por consultores ad hoc, sendo pelo menos um deles bolsista de Produtividade em Pesquisa (PQ) ou de Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora (DT) do CNPq. Após essa etapa, uma Comissão Científica Julgadora formada por, pelo menos, um bolsista de Produtividade em Pesquisa (PQ) ou de Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora (DT) do CNPq, fez o julgamento das propostas observando critérios como mérito científico e relevância para o desenvolvimento científico, tecnológico e inovação do Estado de Goiás; abordagem transversal do problema proposto; impacto para a formação de recursos humanos nos níveis de graduação e de pós-graduação; entre outros definidos na Chamada.

No total, 230 propostas foram submetidas e avaliadas durante todo o processo. A maior demanda registrada foi na área de Ciências Agrárias, com 117 propostas submetidas (51% do total), seguida de Ciências Biológicas (42 propostas), Ciências Exatas e da Terra (34 propostas), Ciências Humanas (16 propostas), Ciências da Saúde (12 propostas), Ciências Sociais Aplicadas (5 propostas), Linguística, Letras e Artes (3 propostas) e Engenharias (1 proposta).

Contemplados
Das 24 propostas contempladas, 15 projetos são da Universidade Federal de Goiás (UFG), distribuídos nos campus de Goiânia, Catalão e Jataí; 5 do Instituto Federal Goiano (IF Goiano), campus Rio Verde e Urutaí; 2 propostas da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), unidade Arroz e Feijão; 1 proposta da Universidade Estadual de Goiás (UEG); e 1 da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás). As áreas do conhecimento contempladas foram de Ciências Agrárias (8 recomendadas); Ciências Biológicas (5); Ciências da Saúde (3); Ciências Exatas e da Terra (6); Ciências Sociais Aplicadas (1) e Engenharias (1). Os bolsistas são provenientes de diversos estados, como Bahia, Ceará, Distrito Federal, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo e, também, de Goiás, em casos específicos.

A Chamada tem por objetivo promover e estimular a atração e fixação de pesquisadores doutores com experiência em ciência, tecnologia e inovação, em instituições de ensino superior e pesquisa, institutos de pesquisa e empresas públicas de pesquisa e desenvolvimento sediadas em Goiás, sob dois aspectos: regionalização e interiorização. No total, são disponibilizadas até 24 bolsas DCR-CNPq e 24 auxílios-pesquisa da Fapeg, neste edital.

Assessoria de Comunicação Social da Fapeg.

Governo na palma da mão

Pular para o conteúdo