Fapeg e Fundação Grupo Boticário se reúnem para firmar Acordo de Cooperação

Participaram da reunião a presidente e o diretor científico da Fapeg, Zaira Turchi e Albenones José de Mesquita, e os coordenador da área de Ciência da Informação e analista da Fundação Grupo Boticário, Emerson Antônio de Oliveira e Robson Capretz, respectivamente. Foto: Ascom Fapeg
Participaram da reunião a presidente e o diretor científico da Fapeg, Zaira Turchi e Albenones José de Mesquita, o coordenador da área de Ciência da Informação e o analista da Fundação Grupo Boticário, Emerson Antônio de Oliveira e Robson Capretz, respectivamente. Foto: Ascom Fapeg

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg) e a Fundação Grupo Boticário se reuniram na manhã desta quarta-feira (31) para definir os termos de um Acordo de Cooperação para a conservação da natureza, a ser firmado pelas instituições. O objetivo é que sejam lançados editais – o primeiro em fevereiro de 2017 – que fomentem projetos na área de proteção à natureza. Os recursos financeiros, a serem definidos, serão provenientes de ambas as instituições.

Para a presidente da Fapeg, Maria Zaira Turchi, essa parceria é de extrema relevância tendo em vista que a Fundação Grupo Boticário é reconhecida nacionalmente pelo expressivo trabalho realizado na preservação dos recursos naturais. “Com a assinatura do Acordo de Cooperação serão aportados recursos específicos para o fortalecimento das pesquisas nesta área tão importante para o Estado”, enfatiza.

De acordo com o coordenador da área de Ciência e Informação da Fundação Grupo Boticário, Emerson Antônio de Oliveira, a Fapeg foi escolhida para a parceria devido à importância de Goiás na área de preservação ambiental. Além disso, o grupo é proprietário da maior Reserva Particular de Patrimônio Natural de Goiás, a Reserva Natural Serra do Tombador, localizada na cidade de Cavalcante, a 24 km do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. A Reserva Natural, que possui quase nove mil hectares, já trabalha com a proteção da biodiversidade local, o Cerrado -segundo bioma mais ameaçado do Brasil.

A previsão é que o Acordo de Cooperação seja assinado no mês de novembro. Além da presidente da Fapeg e do coordenador da área de Ciência e Informação da Fundação Grupo Boticário, participaram da reunião o diretor Científico da Fapeg, Albenones José de Mesquita, e o analista da Fundação Grupo Boticário, Robson Capretz.

Assessoria de Comunicação Social da Fapeg.

 

Governo na palma da mão

Pular para o conteúdo