Presidente da Fapeg participa de missão para estabelecer cooperação com a Suécia

Reunião entre agências de fomento brasileiras e suecas, em Estocolmo. Foto: Divulgação.

A presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), Maria Zaira Turchi, participa nesta semana, entre os dias 13 e 17 de fevereiro, de uma missão na Suécia, a convite do Conselho Sueco de Pesquisa (SRC). A missão busca discutir uma colaboração acadêmico-industrial com instituições daquele país e instituições brasileiras. Ela, que também é vice-presidente do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), acompanha o presidente da entidade, Sergio Gargioni, além de representantes do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

A delegação participa de atividades na sede do SRC, incluindo reuniões da delegação brasileira com membros da Fundação Sueca para Cooperação Internacional em Pesquisa e Ensino Superior (STINT), da Agência Sueca para Inovação (Vinnova), do Conselho de Pesquisa para o Desenvolvimento Sustentável (Formas) e do próprio SRC. Na programação consta, também, reunião com empresários e pesquisadores suecos, na Embaixada do Brasil na Suécia.

Estão previstas, ainda, visitas à Universidade de Estocolmo, à Universidade de Linköping e ao Instituto Real de Tecnologia. A delegação também vai participar do Seminário de Excelência de Estocolmo, realizado pelo Fórum Sueco de Colaboração Acadêmica, no qual serão discutidos o futuro da colaboração internacional em pesquisa e os resultados dos seminários de cooperação internacional realizados nos últimos dois anos na Coreia, Singapura, China, Indonésia e Brasil.

Histórico
A cooperação com a Suécia tem sido desenvolvida há algum tempo. Em maio de 2016, em Brasília, com o apoio do Centro de Pesquisa e Inovação Sueco-Brasileiro (CISB) e do MCTIC, foi realizado um seminário com a participação de representantes dos dois países, com foco na área de Aeronáutica. Foram debatidos o sistema de inovação, motivações para cooperação e seus benefícios no longo prazo nos âmbitos nacional e bilateral, tecnologias vislumbradas, projetos de sucesso em curso e o modelo de cooperação bilateral com potencial transferência para outros setores da sociedade.

Assessoria de Comunicação Social da Fapeg, com informações da Coordenadoria de Comunicação do Confap.

Governo na palma da mão

Pular para o conteúdo