[caixa_de_pesquisa]

Presidente da Fapeg participa do “Sedi Talks: Inovar para Exportar +”

O presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), Robson Vieira, participou na manhã dessa terça-feira (25) do Sedi Talks, realizado pela Superintendência de Negócios Internacionais da Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Inovação (Sedi). Este foi o primeiro evento virtual da série Sedi Talks, e o tema foi “Inovar para Exportar+”.

O Sedi Talks é realizado no formato de talkshow, com debatedores e convidados discutindo os assuntos, e sempre com a moderação de servidores da secretaria. Os temas serão escolhidos de acordo com a relevância para comércio exterior goiano.

Neste primeiro evento, além do presidente da Fapeg, também participaram a vice-diretora da Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas da Universidade Federal de Goiás (Face-UFG), Andréa Lucena, o gerente de Tecnologia e Inovação do Senai Goiás, Rolando Vargas Vallejos, e a gerente de Projetos e Inovação na Softex (organização que trabalha pelo fomento da transformação digital brasileira), Manoela Padovan Santiago Fróes.

Fapeg e inovação
O Sedi Talks busca promover discussão no ecossistema goiano sobre as formas de inovar para acessar os mercados internacionais e como a inovação pode agregar valor na hora de exportar. O evento é voltado para empresários de micro, pequenas e médias empresas, empreendedores, lideranças empresariais, representantes organizados do setor produtivo, professores, universitários startups e sociedade em geral. Foi transmitido pelo canal do YouTube Escola do Futuro Goiás.

Presidente da FapegDurante fala, o presidente da Fapeg, Robson Vieira, destacou a importância de se investir e estimular as empresas a trabalharem com tecnologia. “Vivenciamos a era da tecnologia e não podemos ficar para trás. Queremos e estamos trabalhando para que Goiás seja lembrado quando se fala em tecnologia”.

Ele ressaltou a atuação da Fapeg, que tem colaborado para que o estado seja mais homogêneo em termos de tecnologia. “Queremos um interior forte, gerando produtos de valor agregado. Também é muito importante criarmos mecanismos para que os pesquisadores e pessoas inovadoras fiquem em Goiás, e gerem inovação contribuindo para o desenvolvimento sócio-econômico”.

Em apresentação, Vieira ainda comentou sobre as metas e resultados do CEIA e do Ceagre, além de debater sobre possíveis ações nas áreas de tecnologia para o fortalecimento do estado. Entre elas, os participantes sugeriram a de montar uma rede para trabalhar de forma mais colaborativa estimulando a inovação em Goiás.

SEDI talksTambém comentaram sobre o Programa de Qualificação para Exportação oferecido pela Apex-Brasil (PEIX); as estatísticas realizadas em estudos sobre tecnologia e inovação; a adaptação necessária e ágil à tecnologia diante da pandemia; informações e sugestões de como inserir a sociedade no mundo tecnológico, e como se apropriar da tecnologia para os negócios; sobre o Inova Export; entre outros assuntos.

A gravação do evento está disponível no canal do YouTube da Escola do Futuro Goiás (https://www.youtube.com/watch?v=IG33jTs9ONw)

Assessoria de Comunicação da Fapeg, com informações da Sedi

Governo na palma da mão

Pular para o conteúdo