Reunião do Conselho Superior da Fapeg é realizada no Instituto Senai

Encontro foi o penúltimo do ano

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg) realizou na manhã desta quinta-feira, 7, a terceira reunião de 2019 com os membros do Conselho Superior da Fapeg (Consup), na sede do Instituto Senai de Tecnologia em Alimentos e Bebidas, na Vila Canaã, em Goiânia. Conduzida pelo presidente da Fapeg, Robson Vieira, participaram, 13 dos 15 dos membros do Conselho, além do diretor Científico da Fapeg, Marcos Arriel.

A reunião foi aberta pelo gerente de Tecnologia e Inovação do Senai, instituição anfitriã do encontro, Rolando Vargas Vallejos. O gerente colocou a casa à disposição e apresentou os Institutos de Inovação do Senai Goiás, que servem como ponte entre a academia e as necessidades do empresariado, com foco na pesquisa aplicada e na prática do conhecimento para o desenvolvimento de novos produtos e soluções para as empresas ou mesmo para proporcionar um ambiente que favoreça o surgimento de novos negócios. Ele elogiou o trabalho conjunto proposto pela Fapeg em prol do desenvolvimento do Estado com ações que aceleram a inovação.

Em seguida, foi iniciada a discussão para aprovação da pauta, que previa, entre outros assuntos, a apresentação de editais para 2020, o fomento a 53 ações que estão em execução na Fapeg com um raio x da distribuição dos recursos, as modalidades e o andamento dos projetos e das bolsas. Foram discutidas e homologadas as deliberações dos Comitês Científico e de Orçamento e Contas do Consup.

O presidente da Fapeg ressaltou a necessidade de elaboração de um novo estatuto da Fapeg em virtude das mudanças advindas da Reforma Administrativa implantada pelo Governo Estadual. As propostas do novo estatuto devem ser concluídas e apresentadas na próxima reunião do Consup, a ser realizada no dia 17 de dezembro, na UniEvangélica, em Anápolis.

Novos editais

Os Conselheiros aprovaram para os próximos três anos, a realização dos editais de Participação e Realização de Eventos e o desmembramento das três linhas contidas no edital de Realização de Eventos: 1- Evento Científico, 2- Evento Tecnológico e de Inovação e, 3- Evento de Introdução e Popularização da Ciência, da Tecnologia e da Inovação, em editais distintos.

O diretor Marcos Arriel apresentou ainda, para aprovação dos conselheiros, novos editais para 2020: o UK Academies/Confap 2019, a ser realizado por meio de memorando de entendimento assinado com o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), cujo objetivo é o apoio à mobilidade de pesquisadores britânicos ao Brasil no período de sete dias a 36 meses. Apoio da Fapeg: modalidade Fellowship (bolsa de estudo nos valores de R$ 7.000,00 ou R$ 10.000,00, passagem aérea, seguro viagem, uma bolsa de iniciação científica, grant no valor de R$ 25.000,00 a cada seis meses) ou Reseacher Mobility (diárias no valor da tabela da FAP ou bolsa no valor de R$ 7.000,00, passagem aérea e seguro viagem). É previsto o lançamento da chamada entre em novembro 2019 com a divulgação do resultado em julho/2020.

Terceira edição do Peiex Brasil para capacitação de micro, pequenas e médias empresas para a exportação, com apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportação e Investimentos (Apex Brasil) com o objetivo de qualificar 150 empresas goianas. Apoio da Fapeg: R$ 474.400,00 – Contrapartida econômica e da Apex, R$ 1.016.592,00. O lançamento da chamada está previsto para o início de 2020.

Incubadoras de Empresas (NIT) para o público-alvo de incubadoras ligadas à academia, majoritariamente. O valor do fomento será de R$ 1,5 milhões e tem como objetivo fortalecer e consolidar as empresas de base tecnológica como instrumentos de auxílios a empresas e empreendedores nascentes. Previsto para o primeiro trimestre de 2020.

Robson Vieira ressaltou a importância de se trabalhar com editais, mas falou da necessidade de se modernizar e desburocratizar a administração pública, realizando projetos estratégicos de grande impacto buscando parcerias com o setor privado e academia para desenvolver pesquisa aplicada, sem deixar de apoiar os projetos de formação de recursos humanos qualificados e os editais universais.

Após a reunião, os conselheiros conheceram as instalações do Instituto Senai de Tecnologia em Alimentos e Bebidas, na Vila Canaã.

Conselheiros também conheceram as instalações do Instituto Senai

Portfólio

Na reunião do Consup realizada em setembro último, o diretor Científico, Marcos Arriel, apresentou o portfólio de 22 projetos selecionados junto a instituições de Ensino Superior, Instituições de Ciência, Tecnologia e Inovação, públicas e privadas e junto ao setor representativo empresarial, que foram aprovados pelo Conselho para serem fomentados pela Fapeg. Após novas visitas às instituições, outros 12 projetos, de seis instituições proponentes, foram apresentados e ainda passarão por seleção e apreciação do Consup.

Participaram desta reunião os conselheiros Laerte Guimarães Ferreira Júnior  e  Jesiel Freitas Carvalho, da Universidade Federal de Goiás (UFG); Alcido Elenor Wander, representante das instituições federais com ações em pesquisa, desenvolvimento e inovação em funcionamento no Estado; Ivano Alessandro Devilla e Joelma Abadia Marciano de Paula, pela Universidade Estadual de Goiás (UEG); Takeshi Kamada, representante das instituições do sistema estadual de educação superior em Goiás, exceto a UEG; Priscila Valverde de Oliveira Vitorino, pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-Goiás); Sandro Dutra e Silva, representante das instituições de ensino superior de direito privado, em funcionamento no Estado, exceto a UCG; Edson Alves Novaes (Faeg) e Thais Aparecida Santos (Fieg),  representantes do setor empresarial privado com ações em pesquisa, desenvolvimento e inovação, em funcionamento no Estado; Everton Chaves Correia, pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação (Sedi); e Márcio César Pereira e Marcos Ávila que são conselheiros indicados pelo Governo de Goiás.

Consup
O Consup foi criado pela Lei n. 15.472, de 12 de dezembro de 2005, como órgão máximo de deliberação da instituição, com a missão de cumprir as finalidades da Fapeg por meio de suas competências determinadas pela mesma Lei de criação e alterações promovidas pela Lei nº 16.272, de 30 de maio de 2008.Com quatro reuniões regulares realizadas durante o ano, o Consup é formado por 15 membros indicados entre representantes de instituições de pesquisa e de ensino superior, setor empresarial e do governo do Estado, além do presidente da Fundação, Robson Vieira, que conduz os trabalhos do Conselho.
Assessoria de Comunicação Social da Fapeg

Governo na palma da mão

Pular para o conteúdo