[caixa_de_pesquisa]

UFG recebe representantes de universidade do Reino Unido

UFG recebe representantes de universidade do Reino Unido
Representantes da UFG e University of Surrey discutem particularidades das duas instituições.
Foto: Adriana Silva

Representantes da University of Surrey (UoS), entidade acadêmica do Reino Unido, foram recebidas na tarde desta segunda-feira (27/11) pelo reitor da UFG, professor Orlando Amaral. A visita de Dana Koval (Administrator, Doctoral College) e Annette Kratz (Head Europe & International Mobility) faz parte do projeto Fostering sustainable relationships between Brazil & the UK: mobility to support internationalization. Na sala de reuniões do Gabinete da Reitoria, estiveram presentes, também, os pró-reitores de pós-graduação, Jesiel Carvalho, de pesquisa e inovação, Maria Clorinda Fioravanti e de extensão e cultura, Giselle Ottoni, além do coordenador geral de pós-graduação, Cláudio Rodrigues Leles, a coordenadora de assuntos internacionais, Ofir Bergemann de Aguiar, e a coordenadora do Programa Idiomas sem Fronteiras (IsF), Eliane Carolina de Oliveira.

Dando início aos assuntos tratados no encontro, foi destacado o projeto desenvolvido pela professora do Programa de Pós-Graduação em Nutrição e Saúde da UFG, Patrícia Borges Botelho, com a professora Susan Lanham-New (UoS), relacionado ao doutorado pleno da bacharel em Nutrição pela UFG, Marcela Moraes Mendes, que, atualmente, configura-se como doutoranda na UoS por meio de bolsa do Programa Ciência sem Fronteiras. Ademais, as representantes britânicas esclareceram detalhes referentes à formas de parceria, financiamentos para pesquisa, além das diferenças entre as universidades federais e estaduais quanto ao recebimento de verbas. Neste sentido, o professor Orlando Amaral frisou a quantidade de alunos matriculados na UFG e o posicionamento da instituição entre as treze principais universidades federais do país.

Annette Kratz
Annette Kratz, Head Europe & International Mobility da UoS.
Foto: Adriana Silva

O professor Orlando Amaral também mencionou as dificuldades enfrentadas após o congelamento das verbas federais para a educação. Os obstáculos foram corroborados por Annette Kratz que enfatizou desafios impostos, também, à educação britânica, somados ao grau de exigência constante dos alunos. Ao longo da conversa, representantes das duas universidades apresentaram informações pertinentes ao seu próprio funcionamento, tais como formas de ingresso, cursos oferecidos, programas de ensino e, referente ao quadro da UoS, a larga oferta dos cursos de PhD, além da proporção de estudantes estrangeiros. Como parte do conhecimento da estrutura da UFG, as representantes britânicas fazem visitas às instalações da UFG, incluindo a Regional Goiás, bem como discutem questões logísticas quanto aos alunos intercambistas.

Dana Kova
Dana Kova, Administrator, Doctoral College da UoS.
Foto: Adriana Silva

Projeto
O projeto Fostering sustainable relationships between Brazil & the UK: mobility to support internationalization é financiado pelo Conselho Britânico dentro do Programa Capacity Building & Internationalization for Higher Education. Entre seus objetivos, estão identificar novas sinergias entre as instituições no campo da pesquisa e obter uma visão da implementação das estratégias internacionais da UoS.

Fonte : Ascom UFG (Texto: Luciana Gomides)

Governo na palma da mão

Pular para o conteúdo